Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Agentes da palavra levam poesia ao bairro da Boa Vista

O projeto ‘A gente da palavra’ teve início na tarde desta segunda-feira (20) e segue com ações até a próxima quarta-feira (22)

Por: Raquel Holanda

Surgido no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) em 2011, o projeto ‘A Gente da Palavra’ volta em 2015 com três participações. A primeira delas aconteceu na tarde desta segunda-feira (20) no bairro Boa Vista, com a presença dos poetas Joy Carlu, André Monteiro, Clécio Rimas e Wilson China. As próximas visitas acontecem na terça (21) e quarta-feira (22) nos bairros Magano e Mané Xéu, respectivamente.

Leo Caldas/Secult-PE

Leo Caldas/Secult-PE

O poeta André Monteiro recita poesia aos moradores do bairro

O projeto ‘A Gente da Palavra’ leva poetas uniformizados, como ‘agentes de saúde’, para visitar bairros da periferia de Garanhuns recitando de porta em porta os seus versos e de outros autores. E foi desta maneira que os poetas André Monteiro e Clécio Rimas chegaram à porta de Maria Lenice. “Estava fazendo meu tricô quando me perguntaram se eu os receberia para recitarem alguns poemas”, disse a senhora.

Leo Caldas/Secult-PE

Leo Caldas/Secult-PE

Clécio Rimas e André Monteiro, de porta em porta, por Garanhuns

Os moradores que estavam em pontos comerciais do bairro ou sentados das calçadas de suas casas eram os principais a serem abordados pelos quatro poetas que se espalharam pela Boa Vista. O jovem Gabriel Espinare, de 10 anos, estava num mercado quando Clécio Rimas chegou com um pandeiro recitando alguns versos. O jovem estudante soltou gargalhadas com a intervenção de André Monteiro acompanhada pelo ritmo do instrumento. “Muito bom esses dois”, exclamou Gabriel.  Alguns metros após essa parada, a dupla encontrou Ana Rosa e Manoel Braz sentados num batente da calçada. Ao se apresentar para o casal, o poeta Clécio Rimas fez questão de reforçar que a visita era de graça, e o senhor, então, entrou no embalo da ação e respondeu: “Então, faça logo a sua graça!”.

As crianças são bem receptivas, uma delas me pediu até para recitar um trava-língua”, comentou a poeta Joy Carlu, que fazia dupla com Wilson China durante esse passeio pelo bairro da Boa Vista. Joy Carlu está em sua quinta participação no projeto, “e nenhum deles foi igual, sempre surpreendente”, finalizou a artista.

Acompanhe as próximas ações do projeto no FIG 2015:

Quando: terça-feira (21)
Bairro Magano
Das 9h30 às 11h30

Quando: quarta-feira (22)
Bairro Mané Xéu
Das 9h30 às 11h30

< voltar para home