Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Caboclinho, maracatu e blocos carnavalescos fazem festa da cultura popular

Jorge Farias

Jorge Farias

Um dos destaques da tradição do Caboclinho 7 Flexas do Recife.

Por: Roberto Moraes Filho

Sob o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco desde 2008, o Caboclinho 7 Flexas do Recife, que em 2015 celebra os seus 43 anos de fundação, demonstrou no início da tarde de quarta-feira (22), para a plateia e o entorno do Palco de Cultura Popular, toda a beleza das fantasias idealizadas pelo seu lendário fundador e mestre Zé Alfaiate. O grupo do bairro de Água Fria, que durante o carnaval deste ano na capital pernambucana homenageou países como França, Portugal, Paraguai e Uruguai, atribuiu a manutenção de suas criações o colorido e inovação de forma que o ritmo permanecesse o mesmo de sua tradição.

Ao som produzido por pífanos, caracaxás e flautins, a agremiação comandada por Paulinho 7 Flexas, filho de Zé Alfaiate, agregou com os passos dos seus 50 componentes presentes para esta apresentação no 25º Festival de Inverno de Garanhuns, a euforia das loas interagindo com o público. “Estamos muito felizes por mais esta participação no festival, trazendo tudo o que produzimos para o ano 2015, com a boa energia presente em todos que fazem parte desta história”, comentou Paulinho.

Para Maria de Fátima Pereira, auxiliar de serviços gerais que acompanhava a apresentação na plateia do polo, o ritmo do caboclinho também empolga pela execução das coreografias. “É um espetáculo popular muito bonito. Já tinha visto uma apresentação do mesmo grupo há alguns anos e fico entusiasmada especialmente pela dança”, disse.

Outro destaque da tarde foi a apresentação do Maracatu Baque Mulher, liderado pela mestra Joana Cavalcante, que além do grupo composto apenas por mulheres, também comanda a Nação do Maracatu Encanto do Pina e a Mazuca da Quixaba. Para a 2ª apresentação do Baque Mulher no festival, o grupo contou com uma preparação especial envolvendo composições dedicadas a orixás, orquestradas por uma forte percussão de tambores.

“Neste ano, trouxemos 38 componentes do maracatu. Tudo o que preparamos para a tarde de hoje foi de forma muito especial, porque sabemos que o polo é uma importante vitrine do nosso trabalho. Não deu para trazer todas as componentes, mas tenho certeza que o público aprovou a apresentação, especialmente pelo conceito que levamos contra a discriminação das mulheres em suas diversas atuações”, explicou a mestra Joana, ao final da apresentação do grupo do Maracatu Baque Mulher.

Jorge Farias

Jorge Farias

Maracatu Baque Mulher interagindo com a grande plateia do Palco de Cultura Popular.

Contando com representantes do coco pernambucano, o polo recebeu a apresentação do grupo Coco dos Pretos, formado em 2006 por iniciativa da Associação Cambinda Estrela, atuante no fomento da cultura popular do bairro de Chão de Estrelas, no Recife. Trazendo o repertório do CD ‘Canta Branco e Canta Preto’, trabalho gravado de forma independente pelo grupo em 2011, o Coco dos Pretos proporcionou momentos de grande integração com o público presente.

“Nosso trabalho musical já possui outro projeto em andamento, que provavelmente será lançado em 2016. Por enquanto, vamos fomentando em nossas apresentações a cultura do coco, fazendo referências também a obras de mestres como Galo Preto e Selma do Coco”, explicou Adriano Santos, vocalista do grupo.

Jorge Farias

Jorge Farias

Apresentação do grupo Coco dos Pretos.

Entre as apresentações de agremiações carnavalescas de Pernambuco, outro destaque no polo foi a apresentação do Bloco Carnavalesco Lira da Noite, do Recife, trazendo antigos sucessos do frevo e marchinhas carnavalescas. O grupo promoveu um radiante cortejo pela Avenida Santo Antônio até sua chegada ao Palco de Cultura Popular, ao som de ‘Recife Manhã de Sol’, ‘Vassourinhas’, ‘Frevo da Saudade’ e muitas outras composições que deixaram a plateia no clima nostálgico dos carnavais.

Jorge Farias

Jorge Farias

Bloco Carnavalesco Lira da Noite

< voltar para home