Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Contação de histórias através de pequenos universos portáteis

Atividade lúdica na Praça da Palavra envolve crianças e pais até sexta (24)

Por: Raquel Holanda

A Praça da Palavra do Festival de Inverno de Garanhuns iniciou suas atividades desta quarta-feira (22) de maneira bastante lúdica. As contadoras de histórias Cristiane Amador e Margarita Simperos criaram junto com o público Pequenos Universos Portáteis para uma intervenção poética de contação de histórias.

Leo Caldas / Secult-PE

Leo Caldas / Secult-PE

Margarita Simperos com crianças que participaram da atividade ‘Pequenos Universos Portáveis’ na manhã desta quarta-feira (22)

Os mais de trinta participantes da atividade, entre crianças e pais, construíram ao longo da atividade artefatos poéticos. “Gostamos da ideia de crianças e pais trabalharem juntos, sem limite de idade entre os participantes“, comentou Cristiane Amador sobre a composição misturada do público da sua atividade afim de terem sempre interações surpresas a cada encontro.

Leo Caldas / Secult-PE

Leo Caldas / Secult-PE

Fabiana Vidal inserida no Pequeno Universo Portátil criado por seu filho, Pietro Vidal.

Foram produzidos sussurradores e PUPs (pequenos universos portáteis) para ajudar as crianças na culminância da atividade. “Eu fiz um guarda-chuva mágico”, contou o carioca Pietro Vidal, de 8 anos, referindo-se ao PUP verde que decorou. Sentada em meio a adereços, fitas e papeis coloridos, Juliana Galindo ajudava seus dois filhos na confecção dos objetos. “Além de ajudá-los, eu também estou fazendo o meu. A Praça se transforma no lugar que minha família mais aproveita durante o festival”, explicou a recifense que mora em Garanhuns e aproveita o festival para participar de atividades onde toda a família interage.

Vim do Rio direto para o FIG, eu sabia que tinha muita coisa acontecendo, mas não sabia que era tão rico”, comentou Fabiana Vidal que veio com a família para a Praça da Palavra. Outros pais também aproveitaram a vinda para Garanhuns para participar de atividades educativas com os filhos. A garanhuense Polyana Bezerra, que mora no Recife, veio para o FIG aproveitar as atividades infantis. “Acho esse um momento importante para ficar mais perto de minha filha, poder brincar com ela”, falou.

Leo Caldas / Secult-PE

Leo Caldas / Secult-PE

Polyana Bezerros e sua filha Júlia durante a produção de um sussurrador.

Após o momento da criação, as crianças já estavam com seus objetos poéticos e seus espaços cênicos prontos para a contação de histórias. “E ela é feita pelos próprios participantes, onde cada um conta sua própria história“, explicou a contadora Cristiane Amador. Margarita Simperos, também responsável pela atividade, complementou que é preciso que as histórias saiam para as ruas. “As crianças ao saírem daqui com esses objetos despertam curiosidade e interesse pelo universo da contação de histórias”, finalizou a argentina Simperos.

Leo Caldas / Secult-PE

Leo Caldas / Secult-PE

Pais e filhos brincam juntos com sussuradores e PUPs

A dupla de contadoras de histórias fará duas novas  intervenções poéticas ‘Pequenos Universos Portáteis’ amanhã (23) e sexta-feira (24) às 10 horas na Praça da Palavra.

< voltar para home