Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Patrimônio vivo, Estrela Brilhante de Igarassu encanta público do FIG 2015

Maracatu, coco, frevo e reisado marcam a terça-feira no Palco da Cultura Popular

Por: Raquel Holanda

Uma das agremiações mais antigas da manifestação do Maracatu de Baque Virado, o Maracatu Nação Estrela Brilhante de Igarassu se apresentou na tarde desta terça-feira (21) no Palco da Cultura Popular do Festival de Inverno de Garanhuns. Composta por 16 batuqueiros e uma corte com 26 brincantes, a nação levou o ritmo forte da alfaia para o público presente.

Léo Caldas/Secult-PE

Léo Caldas/Secult-PE

Mestre Gilson comandou a apresentação do maracatu no Palco de Cultura Popular

Essa é nossa terceira vez no FIG e isso é muito importante para divulgar o patrimônio de Pernambuco. Tocamos para os pernambucanos, principalmente para aqueles que ainda não conhecem o maracatu”, falou o Mestre Gilmar. Se a intenção do mestre era essa, ela foi bem sucedido. A estudante Giovana Guedes, de 16 anos, apesar de já ter escutado o ritmo algumas vezes nunca tinha visto a apresentação de uma nação. “Foi tudo perfeito, me surpreendi com a corte. Todo mundo pôde dançar e isso foi muito bom”, descreveu a garanhuense. Mas não é apenas esse o público que o Maracatu Nação Estrela Brilhante de Igarassu busca em suas apresentações Pernambuco afora. “Quem é de fora é nosso convidado para conhecer nossa cultura”, complementou Mestre Gilmar.

Leo Caldas/Secult-PE

Leo Caldas/Secult-PE

O turista Carlos Alves em sua vigésima visita ao FIG

O sergipano Carlos Alves é um visitante assíduo do Festival de Inverno de Garanhuns. “Essa é a vigésima vez que venho para Garanhuns nessa época. Gosto muito de acompanhar a cultura popular pernambucana, principalmente o reisado e os maracatus”, disse Carlos. Para ele, que estava na Palco da Cultura Popular desde às 10 horas, a melhor parte da programação do dia ficou com apresentação do maracatu de Igarassu. “O brilho e a simplicidade do Maracatu Estrela Brilhante de Igarassu foi o que mais me encantou”, finalizou o turista.

Leo Caldas/Secult-PE

Leo Caldas/Secult-PE

Público também entrou na dança do Maracatu Estrela Brilhante de Igarassu

O fato de maior importância no mundo para nós, do Estrela de Igarassu, é ver o público conhecer o maracatu. Por isso não tem aquilo de dizer que gosto mais, se for maracatu, eu gosto”, afirmou Mestre Gilmar. A agremiação desde 2009 foi agraciada com o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco, reconhecimento que chegou para seus integrantes como uma vitória da riqueza da manifestação cultural.

Manutenção da tradição

Outra atração da tarde desta terça-feira (21) no Palco da Cultura Popular da 25ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns foi Aurinha do Coco. A olindense Áurea da Conceição Assis Souza, aos 17 anos entrou no mundo da música erudita, cantando em corais. Alguns anos depois assumiu o codinome Aurinha e formou o grupo Quebra Coco, fundado em 1995. Dois anos em seguida assumiu o Rala Coco, com o qual se apresenta até hoje e já gravou dois álbuns ‘Eu avistei’ e ‘Seu grito’.

Leo Caldas / Secult-PE

No repertório desta apresentação no FIG, Aurinha preparou uma homenagem à Selma do Coco e cantou as músicas ‘Coco para Selma’, ‘Agora foi que eu cheguei’ e ‘Mestres da cultura’. A emoção da coquista não ficou apenas pela homenagem, mas por reunir no palco não só uma manifestação da cultura, mas sua família. “Eu me orgulho demais de dividir o palco com minha filha e meu neto, essa que é uma grande riqueza”, comentou Aurinha. Filha de Aurinha, Andreza Karla é também neta de Selma do Coco. “Mantenho a tradição e, por isso, meu filho Zuri, de apenas quatro anos, começou neste ano a se apresentar com a gente”, explicou Andreza.

Essa terça-feira (21) no Palco da Cultura Popular também contou as apresentações do Reisado Mestre João Tibúrcio; da dança “Meu Brasil Brasileiro” (EREM Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – GRE Garanhuns); da EREM D. João da Mata – Projovem Urbano – GRE Garanhuns; do Grupo Maracatu Estrela (Escola Normal de Correntes – Projovem Urbano – GRE/Garanhuns); do Boi Cara Branca de Limoeiro; da Troça Carnavalesca Mista Palhaços Gigantes; do Clube de Bonecos Seu Malaquias; do Coco de Mano Baê e do O Véio Mangaba e suas pastoras.

Acompanhe a agenda da quarta-feira (22) no Palco da Cultura Popular:

Palco da Cultura Popular

10h – Valdir Marino – O Brincante do Pé de Serra

11h – Dança/Quadrilha “EREM Estilizada: Uma História de Amor” (EREM Nossa Senhora Perpétuo Socorro – GRE Garanhuns)

11h30 – Banda Música Popular Brasileira (EREM Nossa Senhoria do Perpétuo – GRE Garanhuns)

12h – Caboclinho 7 Flexas

13h – Edson do Acordeon

14h – Coco dos Pretos

15h – Bloco Carnavalesco Lira da Noite

16h – Grupo Baque Mulher

< voltar para home