Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Formação Cultural

Escolinha de Arte do Recife promove três oficinas durante a Fenearte

No período de 6 a 16 de julho, dentro da 18ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), funcionará o espaço educativo da Escolinha de Arte do Recife. O espaço rende nesta edição homenagem à arte-educadora Noemia de Araújo Varela, marcando o ano de seu centenário.

Crianças participam do Espaço da Escolinha de Arte do Recife

Crianças participam do Espaço da Escolinha de Arte do Recife

A partir do tema “Pernambuco e suas Riquezas Culturais”, o espaço propõe às novas gerações conhecer e valorizar os artistas pernambucanos e seus fazeres artísticos, maior riqueza do nosso estado, através de atividades artísticas e lúdicas.

Desta forma, o espaço foi organizado didaticamente em três oficinas, denominadas de “Contos Populares de Pernambuco”, “Brincadeiras Populares de Pernambuco” e “Arte do Povo de Pernambuco”, nos quais as crianças participantes poderão vivenciar processos de compreensão do conhecimento artístico a partir da leitura, contextualização e produção artística. Durante o período em que as crianças permanecerão neste ambiente, localizado no mezanino, terão a oportunidade de participar das três oficinas.

A coordenação do espaço é da professora Maisa Silva, diretora da Escolinha de Arte do Recife, e do Professor Everson Melquiades, do Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino, do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). As arte-educadoras Selma Santos e Auvaneide Carvalho, ambas da Escolinha de Arte do Recife, são consultoras da iniciativa.

A prática educativa será desenvolvida pelos arte-educadores da Escolinha de Arte do Recife e por estudantes dos cursos de Pedagogia, Artes Visuais, Dança, Teatro e Desenho e Plástica. A ideia é trazer para o espaço uma rede complexa de diálogos, contemplando a interdisciplinaridade da arte com diferentes áreas de conhecimento.

Noemia de Araújo Varela

Noemia foi diretora técnica da Escolinha de Arte do Brasil em 1961

 Noemia de Araújo Varela nasceu no dia 01 de janeiro de 1917, na cidade de  Macau/RN. Logo criança, veio morar em Pernambuco, onde estudou do curso  primário ao superior. Foi aluna da primeira turma do curso de Pedagogia da  UFPE e é considerada a primeira arte/educadora brasileira a introduzir a arte  na educação de crianças com deficiência. Fundou, em 1953, junto com outros  artistas, educadores e intelectuais, a Escolinha de Arte do Recife, que instaurou  o ensino da arte modernista no Recife, valorizando o trabalho artístico da  criança. Foi professora das disciplinas Didática do Ensino do Desenho e  Prática de Ensino, do Curso de Licenciatura em Desenho, da Escola de Belas  Artes do Recife e do Conservatório Brasileiro de Música, no Rio de Janeiro. Foi  membro do Grupo de Estudos Carl Gustav Jung, coordenado pela Doutora Nise  da Silveira. Criou e coordenou durante 20 anos o Curso Intensivo de Arte na  Educação (CIAE), na Escolinha de Arte do Brasil. No processo de democratização do acesso aos conhecimentos artísticos, exerceu um  importante papel, através de sua atuação política na International Society for  Education through Art (InSEA/UNESCO), na Sociedade Brasileira de  Educação através da Arte (SOBREART), na Federação de Arte/Educadores do  Brasil (FAEB), na Associação Nordestina de Arte/Educação (ANARTE), na  Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas (ANPAP), além de  diferentes organizações relacionadas à educação de crianças com deficiência.

Serviço:

Espaço da Escolinha de Arte do Recife na 18ª Fenearte
Local: Mezanino do Pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco
Data: 6 a 16 de julho de 2017
Valor: R$10,00

< voltar para home