Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Formação Cultural

Evento discute “Oportunidades e Desafios da Economia Criativa em 2020″ no Cesar School

O encontro acontece na próxima segunda-feira (16), a partir das 19h. As inscrições são gratuitas

A Cesar School, localizada no Bairro do Recife, sedia, na próxima segunda-feira (16), a partir das 19h, o evento ”Oportunidades e Desafios da Economia Criativa em 2020″. O encontro, que contará com as participações de Andreza Portella (Secult-PE/Fundarpe), Tarciana Portella (Secult-PE/Fundarpe), Karina Zapata (Seturel/PCR), Verônica Ribeiro (Sebrae/PE) e André Aguiar (Guiar), visa reunir as lideranças das principais instituições que fomentam o setor cultural em Pernambuco para compartilhar ideias e experiências sobre o calendário anual, os impactos, as oportunidades e os desafios locais e nacionais dessas organizações e dos profissionais que atuam ou desejam atuar neste setor.

Jorge Farias/Secult-PE/Fundarpe

Jorge Farias/Secult-PE/Fundarpe

Andreza Portella e Tarciana Portella vão representar a Secult-PE e a Fundarpe no encontro

Desde 2015, empreendedores do ecossistema de inovação recifense se reúnem com regularidade mensal para falar de temas importantes. Este é o primeiro focado em Economia Criativa da Manguezal, realizado graças a parceria com André Aguiar, líder da startup Guiar, que é uma multimarca que alia dança, moda, audiovisual, impacto socioambiental e tecnologia digital para estimular mais respeito e valorização da diversidade e sustentabilidade na sociedade, através de grife, vlog, coletânea de livro e festival internacional de filmes. Já a Manguezal é uma comunidade de startups do Recife que apoia práticas colaborativas e de aprendizagem de tecnologia, design e empreendedorismo em todo o ecossistema de inicialização.

Nathália Fernandes/Divulgação

Nathália Fernandes/Divulgação

André Aguiar mediará o evento na Cesar School

“Esta edição surgiu da vontade de ajudar a promover o desenvolvimento do ecossistema local reunindo as lideranças que trabalham no setor criativo e digital para compartilhar um balanço do que é feito e, assim, possamos em rede propor como podemos criar impactos positivos ainda mais relevantes, que vão além da economia. Até porque as mudanças socioculturais e o avanço da digitalização promovem hábitos de consumo e transformação digital que exigem das pessoas, empresas, acadêmias e governo uma série de novas competências e habilidades inexploradas. Será uma oportunidade para descobrirmos em diferentes instituições públicas oportunidades transversais de inovação”, comenta André Aguiar, que mediará o encontro.

A iniciativa tem apoio do Cesar School, Porto Digital, Softex, Seprope e Assepro PE/PB. O acesso é gratuito. As inscrições podem ser feitas aqui. Conheça mais os participantes da mesa:

Andreza Portella
Especialista em gestão e produção cultural (FAFIRE), atua na área da cultura desde 2005, nas linguagens de audiovisual e música. Há onze anos compõe o quadro de gestores da Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco e desde 2012 ocupa o cargo de Coordenadora de Música, ligado a Gerência de Políticas Culturais. É responsável pelas políticas públicas na área da música, pelos editais dos Ciclos Carnavalesco e Junino, pela programação de música do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) e pela Plataforma FIG e coordena o Edital do Funcultura da Música, principal ferramenta de fomento à cultura estado.

Karina Zapata
É formada em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com mestrado em Política e Gestão da Cultura pela Universidade Autônoma de Barcelona (UAB). É palestrante nacional e consultora de processos e estratégias de desenvolvimento da economia criativa na perspectiva territorial. Possui vasta experiência em projetos socioculturais impulsionados pelo poder público e setor privado, fomentando a organização de produtos criativos de base local. É consultora do Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano (IADH), sócia da empresa de educação empreendedora Ponto OM – ideias que se movem, co-fundadora da Rede Nacional de Turismo Criativo – RECRIA, e gerente geral de inovação turística da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Recife. Dentre as principais ações que apoia, encontram-se a mobilização e formação de lideranças da área criativa, o planejamento e gestão de projetos culturais e turísticos estruturadores, e a construção de estratégias culturais para o desenvolvimento territorial. Já atuou em diversos territórios do país pelo PNUD, Ministério do Turismo, Ministério da Cultura, Sebrae, Senac, Sesc, Governos, Prefeituras, Instituto Walmart e Reserva do Paiva. Possui artigos e publicações nas temáticas de desenvolvimento cultural territorial, economia criativa e desenvolvimento local.

Tarciana Portella
É assessora de Cooperação e Redes Culturais da Secretaria de Cultura de Pernambuco. De abril de 2016 a janeiro de 2020, foi Gerente de Formação e Projetos Especiais (GFPE), tendo nesse período ocupado o cargo de Gerente de Políticas Culturais (GPC) por um ano. Na GFPE, foi a gestora responsável pelo PE CRIATIVO e CULTURA VIVA, convênios entre a Fundarpe e o antigo Ministério da Cultura, hoje Ministério do Turismo. Integra a Comissão Deliberativa do FUNCULTURA, fundo pernambucano de incentivo à Cultura. Chefe da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura durante a gestão Gilberto Gil/Juca Ferreira (fevereiro de 2003 à março de 2011), foi uma das articuladoras do Instituto Delta Zero para o Desenvolvimento da Economia Criativa, associação de empreendedores do setor, sendo aí a criadora e produtora do MARKET.MOV PE – Rodada de Negócios do Audiovisual, que aconteceu em Pernambuco de 2013 a 2015. Graduada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, tem especializações em Direção & Produção de Documentários (Universidade de Salford / Grã Bretanha) e em Gestão Cultural (Itaú Cultural / Cátedra Unesco de Políticas Culturais, Universidade de Girona (Espanha) / Organização dos Estados Ibero-Americanos – OEI) além de estágio em Financiamento e Economia da Cultura na Universidade de Paris-Dauphine.

Verônica Ribeiro
Possui graduação em Desenho Industrial – UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). Pós-graduação em Administração com Ênfase em Marketing – UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco). Curso de extensão em Design Estratégico – IED (Instituto Europeo di Design). MBA em Gestão Empresarial – Unipê/PB (Centro Universitário de João Pessoa). Pós-graduação em Produção de Moda & Styling – SENAC/PE (Faculdade Senac). Pós-graduação em Varejo de Moda – EnModa/UC SEBRAE (Escola de Negócios da Moda e Universidade Corporativa Sebrae). Mestranda em Indústrias Criativas – UNICAP (Universidade Católica de Pernambuco). Membro e curadora do Centro de Moda de Pernambuco. Membro do Grupo de Trabalho de Consumo do Centro Nacional de Referência em Empreendedorismo, Tecnologia e Economia Criativa (SEBRAE/SP) e Gestora do Projeto Cadeia de Valor da Economia Criativa da RMR (SEBRAE/PE). Tem experiência na gestão de projetos nas áreas de design, comunicação, marketing, moda, artesanato, turismo, publicidade e propaganda.

André Aguiar
Como artista realizou apresentações artísticas de dança contemporânea pelo Brasil. Além de ser licenciado na primeira turma de Dança da UFPE (2013) e pesquisador PIBIC, empreendeu e liderou projetos de extensão universitária como o festival Semana de Cênicas, cineclube CineCiclo e a Confederação Nacional de Artes Educadores do Brasil. Lecionou dança no SESC/PE e no Colégio de Aplicação da UFPE. Foi membro do Colegiado Setorial de Políticas Culturais em Dança (2013/2017) do brasileiro Ministério da Cultura. Já recebeu vários prêmios de empreendedorismo e economia criativa, integrou os programas de inovação empreendedora Marco Pernambucano da Moda, Mind the Bizz e Jump Brasil. É fundador e designer de inovação da startup GUIAR que oferece roupas, acessórios e festival de filmes que estimulam mais respeito e valorização da diversidade.

< voltar para home