Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Formação Cultural

Filmes nacionais têm até esta sexta (20) para participar do ‘Cartas ao Mundão’

Projeto inicia etapa de formação em abril e contempla quatro unidades socioeducativas da RMR com ação formativa para professores

Divulgação

Até esta sexta-feira (20), o Cartas ao Mundão recebe filmes de todo o país para compor o acervo das sessões cineclubistas dos quatro Centros de Atendimento Socioeducativos – CASE da Região Metropolitana do Recife. A inscrição pode ser feita através de um formulário disponível na internet.  Marcado para acontecer entre os dias 23 e 27 de abril, o projeto retoma suas atividades em 2018, com a etapa de Ação Formativa voltada para os professores e professoras de quatro unidades Socioeducativas de Pernambuco.

A curadoria dos filmes inscritos será realizada por Cristiano Araújo, Geneseli Dias e Thiago das Mercês, profissionais atuantes na cadeia produtiva do audiovisual no Estado de Pernambuco.

Esta nova fase do Cartas ao Mundão dá continuidade ao primeiro ciclo de atividades do projeto, quando houve um trabalho direto com adolescentes através de sessões cineclubistas e oficinas de vídeo. A etapa de ação formativa propõe intensificar o trabalho junto a professores (as) que já atuam em escolas anexas aos quatro Centros de Atendimento Socioeducativos – CASE da Região Metropolitana do Recife (Abreu e Lima, Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho, além de Vitória de Santo Antão).

Através de um processo seletivo, oito professores (as) serão contemplados (as) com um curso de 40h, para desenvolverem oficinas de cinema e cineclubes nas respectivas escolas em que atuam, no segundo trimestre de 2018. As atividades  terão acompanhamento de monitores (as) bolsistas e receberão visita quinzenal da coordenação do projeto. As aulas serão realizadas nos dias 23 e 27 de abril, no Espaço Pasárgada.

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

As primeiras etapas do projeto aconteceram em 2016 e 2017, destinada à formação dos educadores das unidades socioeducativas para a criação dos cineclubes e oficinas de filme-carta

A metodologia do projeto desenvolve dispositivos lúdicos, que não tem o objetivo formar cineastas ou ensinar técnicas específicas (como fotografia, captação de som ou edição), mas dedica grande atenção ao processo àquilo que o cinema permite experimentar no mundo, com o outro, bem como as imagens e narrativas geradas a partir dessa experimentação, estimulando cada um a narrar o próprio território, a própria vida.

Cartas ao Mundão – O projeto é uma oficina de filme-carta para adolescentes sob medidas socioeducativas é um projeto de formação em Cinema e Direitos Humanos que propõe uma vivência prática através de exercícios, reflexões e debates que aproximem os estudantes de uma produção colaborativa.

As primeiras etapas do projeto aconteceram em 2016 e 2017, destinada à formação dos educadores das unidades socioeducativas para a criação dos cineclubes e oficinas de filme-carta. Uma mostra coletiva realizada em novembro de 2016 no São Luiz, reuniu todos os filmes-carta produzidos pelos estudantes nas oficinas.

A iniciativa é realizada pela Zentrum Produções, através de Caio Sales, idealizador e coordenador geral, em parceria com o Inventar com a Diferença: Cinema, Educação e Direitos Humanos (Universidade Federal Fluminense – RJ, e Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais) e Gerência Geral de Políticas Educacionais de Educação Inclusiva, Direitos Humanos e Cidadania, da Secretaria de Educação de Pernambuco. O projeto conta com apoio da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) e da Federação Pernambucana de Cineclubes (Fepec).

Mais informações:
Anna Andrade Direção de Produção
anna.andrade@gmail.com
81 99843.2910
E-mail: cartasaomundao@gmail.com

https://www.facebook.com/cartasaomundao/

< voltar para home