Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Formação Cultural

Secult e Fundarpe apoiam a Semana de Conscientização Sobre Doenças Raras

Primeira edição do ‘Amar Mulher – cuidando de quem cuida’, acontece na próxima sexta (10), com palestras, debates e atendimentos gratuitos

Em meio às atividades alusivas ao Mês Internacional da Mulher, acontece em Pernambuco a 1ª Semana Estadual de Conscientização Sobre Doenças Raras. Sob o tema ‘Amar Mulher – cuidando de quem cuida’, o evento promovido pela Aliança das Mães e Famílias Raras (AMAR) e que conta com apoio do Governo de Pernambuco (Secult e Fundarpe), traz palestras, debates, aula e apresentação de danças no Recife. Contação de histórias e atividades recreativas para crianças integram a programação do próximo dia 10 de março.

De acordo com a presidente da AMAR, Pollyana Dias, o momento de integração pretende reunir aproximadamente 1000 mulheres – entre mães raras da capital e do interior vinculadas à Aliança, além de voluntárias e organizadoras do evento. “Pensamos em um evento diferente, com ambientes e espaços complementares. Teremos recreação e contação de histórias para os filhos, ao mesmo tempo em que suas mães se beneficiarão com atendimentos médicos, assistência jurídica, entre outros serviços”, destaca. 

O debate Cuidando de quem Cuida, que contará com a participação da presidente da AMAR, terá ainda Ana Karla Duda, do Observatório Feminino; e Carol Maia, do Única-Empreendedora de Si Mesma; além da entrega do pleito pela criação da Política Estadual do Cuidador ao Poder Público Estadual. “Várias frentes têm se comprometido com esta reivindicação, desde o Governo a empresas de diferentes segmentos do mercado local”, aponta Pollyana.

O ‘Amar Mulher – cuidando de quem cuida’ será realizado das 9h às 17h, na sede da AMAR, localizada no Centro Esportivo Santos Dumont (Rua Almirante Nelson Fernandes, s/nº, Boa Viagem – Recife). Formada em 2013, a Aliança das Mães e Famílias Raras é um grupo de mães de pessoas com doenças raras, que atuam voluntariamente e que visa integrar a sociedade civil, a gestão pública, a iniciativa privada e profissionais que possam ajudar a construir um espaço de referência e de acolhimento às famílias que têm pessoas vivendo com doenças raras em Pernambuco.

Confira abaixo a programação:

Palestras
9h
| Abertura
9h15 | Academia da Cidade
9h30 | Grupo Floresce
9h30 | Empoderamento da mulher
10h | Violência contra a mulher
10h20 | Políticas públicas para a mulher
10h40 | Vem
Das 11h às 13h – Almoço
12h30 | Aula de dança
13h | BPC e bolsa família
14h | Ambiental
14h20 | Planejamento familiar
15h | Desfile mães raras
15h20 | Apresentação de dança Mães Raras
15h40 | Debate ‘Cuidando de Quem Cuida’ (Única, AMAR, Observatório Feminino e Donem)
16h | Entrega do Troféu ‘Mulher Observadora’
16h30 | Entrega do Pleito
17h | Coquetel

Atendimentos
Nasf – Núcleo de Assistência Familiar:
- Rodas de conversa
- Automassagem
- Saúde bucal infantil
- Mamografia (50 a 69 anos)
- Assistência jurídica
- Tai chi chuan

Secretaria de Saúde do Estado:
- Saúde Bucal da Mulher

Auto maquiagem:
- Maky Kay

Pólo Infantil:
- Contação de história ‘Luana a rara’
- Contação de história ‘Emprendeler’
- Cães Doutores
- Loktoy
- Pula-pula / piscina de bolinha

Atividades:
Bike sem barreiras

< voltar para home