Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Formação Cultural

Texto vencedor do Prêmio Ariano Suassuna ganha leitura dramatizada nesta quarta (13)

'O Sonho de Ent', de André Filho, é destaque da programação do projeto Ser Tão Dramaturgo, mais uma iniciativa da Secult-PE e Fundarpe

Em meio às atividades do projeto Ser Tão Dramaturgo, promovido pela Secult-PE e Fundarpe, ocorre nesta quarta-feira (13), no Recife, uma leitura dramatizada de “O Sonho de Ent”. O texto de André Filho foi o vencedor do 1º Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia e vai ganhar cena no Espaço Fiandeiros, no bairro da Boa Vista.

Divulgação

Divulgação

Companhia Fiandeiros de Teatro se dedica a processos formativos em teatro

A obra será encenada pela Companhia Fiandeiros de Teatro, destaque nacional em produção de dramaturgia para a infância e a juventude. Com direção de Daniela Travassos, o enredo conta a história da semente Ent que, em uma viagem encantada, busca descobrir a qual casta de árvore pertence, buscando a razão para a sua existência no mundo dos homens. Após a apresentação, haverá uma roda de diálogo com o diretor e dramaturgo da companhia, André Filho.

SERVIÇO
Leitura Dramatizada de “O SONHO DE ENT” (vencedor do 1º Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia) com a Companhia de Teatro Fiandeiros/PE + Roda de Conversa sobre Teatro para Infância e Juventude com André Filho/PE
13 de dezembro (quarta-feira), 19h – Recife/PE
Espaço Fiandeiros (Rua da matriz, 46, Boa vista – Recife/PE)
Aberto ao público

SINOPSE
No mundo das sementes que se preparam para nascer, Ent precisa descobrir a qual casta de árvore pertence. Em uma viagem encantada na qual encontra personagens que lhe guiam para o caminho da criação, do sentido da vida e da criação, a sementinha descobre a razão para a sua existência no mundo dos homens. O Sonho de Ent é uma lúdica reflexão sobre a condição humana e sua capacidade de se perceber num mundo onde rótulos pré-definidos valem mais do que a nossa essência.

Elenco: Daniela Travassos, Sandra Rino, Pascoal Filizola, Anny Rafaella Ferli e Clóvis Moreira.
Iluminação: Charly Jadson

SOBRE A FIANDEIROS
Em seus 14 anos de fundação, a Companhia Fiandeiros se dedica à promoção de ações que envolvem processos formativos em teatro. Elabora o seu repertório de espetáculos com base na dramaturgia pernambucana presente na história do teatro e no desenvolvimento de novos processos dramatúrgicos, com textos originais criados a partir de pesquisas realizadas pela Companhia. Nove montagens fazem parte do repertório da Fiandeiros: “Vozes do Recife ? um concerto poético” (2004), “O capataz de Salema” (2005), “Outra vez, era uma vez…? (2008), “Noturnos” (2011), “O canto do Cisne” (2015), “Uma Antígona para Lúcia” (2015), Caliban, Um olhar para a Tempestade” (2015), ?Vento forte para água e sabão” (2016) e ? Histórias Por Um Fio ? (2017), muitos deles premiados em festivais no Recife e no Brasil. A Fiandeiros também se dedica há oito anos no seu Projeto de formação continuada: Escola de Teatro Fiandeiros e desenvolve uma programação cultural intensa no Espaço Fiandeiros, sua sede.

< voltar para home