Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Fotografia

Campanha nas redes sociais destaca relações afetivas com as cidades

Vinte fotos selecionadas vão compor uma exposição no espaço do INCITI (Bairro do Recife)

Qual lugar público da Região Metropolitana do Recife (RMR) mais lhe encanta? Até o dia 23 de outubro, você pode responder a esta pergunta postando uma fotografia no Instagram com a hashtag #MeuCantoNaCidade, atendendo a uma convocatória do INCITI, grupo da UFPE dedicado a pesquisa e inovação para as cidades, e do projeto #Dajaneladomeuonibus.

Rafaella Cavalcante

Rafaella Cavalcante

Brasília Teimosa, pelo olhar de Rafaella Cavalcante

A inciativa visa captar a relação afetiva das pessoas com o lugar em que vivem, transitam, trabalham. É um convite para que as pessoas compartilhem imagens de de locais onde se sintam mais “em casa”, ou seja, localidades com as quais mais se identificam. É preciso dizer o motivo (Ex: #MeuCantoNaCidade tem PÔR DO SOL). Para participar basta seguir o regulamento disponibilizado aqui. Cada usuário pode postar quantas fotos quiser. A convocatória é aberta a todas as pessoas interessadas e poderão participar pessoas de todas as nacionalidades, residentes ou não no Brasil.

“A ideia é promover o resgate afetivo de boas vivências no espaço público, estimulando a maior interação das pessoas com as cidades. Fazer as pessoas perceberem o valor da paisagem”, explica Isabela Faria, artista e colaboradora do INCITI, que também mantém os projetos #DaJaneladoMeuônibus e #CalçadasQueAndei. As fotos serão avaliadas por uma curadoria formada pela própria Isabela e alguns membros do INCITI e será dividida em 02 (duas) etapas: a primeira referente à análise técnica, que fará uma triagem de caráter eliminatório com o objetivo de verificar se o participante cumpre as exigências previstas nesta convocatória; a segunda é uma avaliação de caráter eliminatório e classificatório selecionando as melhores combinações entre imagens e texto.

Rodrigo Édipo

Rodrigo Édipo

As cadeiras nas calçadas de Olinda, por Rodrigo Édipo

A premiação
As melhores fotos serão publicadas no perfil @incitiorg e avaliadas por uma equipe de curadores que selecionará 20 fotos para compor uma exposição no espaço do INCITI (Rua do Bom Jesus,141, Bairro do Recife) com abertura em novembro deste ano. As 10 fotos mais curtidas dentro do perfil do @incitiorg também farão parte da exposição. A divulgação do resultado do concurso estará disponível no site oficial do INCITI (inciti.org.br) no dia 27 de outubro de 2016.

Rede de Pesquisa
O INCITI – Pesquisa e Inovação para as Cidades é uma rede de pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) que tem como objetivo incitar, junto a diversos setores da sociedade, novos conhecimentos capazes de transformar a vida nas cidades. O grupo realiza pesquisas e projetos de desenvolvimento urbano, social e tecnológico. Empenhada na criação de soluções inovadoras para a cidade, a equipe INCITI/UFPE reúne pesquisadores nas áreas de Arquitetura e Urbanismo, Paisagismo, Sociologia, Psicologia, Tecnologia da Informação, Recursos Hídricos, Mobilidade e Transporte, Economia Urbana, Políticas Públicas, Comunicação, Melhoria Vegetal, Botânica, Biologia, Gestão Ambiental, Direito, Engenharias e Estatística, entre outras. A rede conta com a colaboração de laboratórios internacionais de pesquisa como o de Sustentabilidade Urbana da Oxford Brookes University, Desenho Urbano da University of Westminster, Sintaxe Espacial da University College of London, Sistemas de Paisagem da UPC da Espanha, Centro para Tecnologia e Sociedade – Technische Universität de Berlim e do Centro de Arquitetura de Amsterdam – Arcam, nos Países Baixos.

#DAJANELADOMEUONIBUS
Dajaneladomeuonibus é um projeto desenvolvido nas redes sociais, com publicações de fotos autorais e de colaboradores, do Brasil e do mundo, sempre a partir da janela de um transporte público (ônibus, trem, metrô, bonde). Em agosto completa dois anos de vida, agora com mais de 10 mil seguidores no total.

O projeto propõe o uso do coletivo como expressão do olhar, possibilitando um diálogo entre a cidade, a manifestação artística, a vivência e o ponto de vista de cada um. Estimula uma sensibilização do olhar para as paisagens cotidianas e busca dar um novo significado a um exercício cotidiano, estimulando as pessoas a utilizarem o ônibus como uma alternativa possível e prazerosa.

< voltar para home