Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Fotografia

“Mira Latina” promove intercâmbio entre fotógrafos pernambucanos e bolivianos

Projeto conta com incentivo do Funcultura e lança site em que divulgará os trabalhos dos artistas participantes nesta quinta-feira (10), às 19, na Caixa Cultural do Recife.

Manuel Seosane

Manuel Seosane

Manuel Seoane é um dos dez fotógrafos bolivianos que participam do projeto.

Por Camila Estephania

Iniciado em 2016 com o objetivo de divulgar e fortalecer a produção fotográfica da América Latina, o projeto Mira Latina inicia uma nova fase nesta quinta-feira (10). A data marcará a inauguração do site oficial da iniciativa, que será lançado às 19h, no auditório da Caixa Cultural do Recife. Realizado com incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura, o endereço virtual abrigará portfólios e ensaios de 20 fotógrafos da Bolívia e do Brasil – que será representado apenas por pernambucanos.

A ideia do projeto nasceu a partir da experiência da fotógrafa e idealizadora Maíra Gamarra com o coletivo pernambucano Sete Fotografia. “Nesse trabalho comecei a me interessar por curadoria e pesquisa e, quando comecei a estudar isso, percebi que a gente conhecia muito pouco da fotografia na América Latina”, comenta ela, que após concluir o mestrado fez uma residência de três meses na Bolívia entre 2016 e 2017, também aprovada no edital do Funcultura. “Meu pai é de lá, talvez isso tenha pesado, mas o que me fez ir para lá mesmo foi o fato de ser um dos países cuja produção fotográfica é mais desconhecida, é até negligenciada. Fui justamente para buscar conhecer os artistas e selecioná-los”, completa ela que, desde a época, já tinha como plano principal a criação de um site que reunisse fotos de vários profissionais da América Latina.

A vivência no país a fez perceber que também seria importante promover um intercâmbio entre bolivianos e pernambucanos. Por isso, o site Mira Latina tem a proposta de apresentar os fotógrafos selecionados a partir de seus portfólios e também de provocá-los a produzir um novo ensaio inspirado nos encontros virtuais com os profissionais do país vizinho. Ao todo, participam 10 bolivianos e 10 pernambucanos, cada um forma uma dupla com outro fotógrafo de outra nacionalidade para conversar sobre os seus processos criativos via Skype e, após a conversa, dar início a um novo ensaio inspirado pela troca de ideias.

Mateus Sá

Mateus Sá

Idealizado por Maíra Gamarra, o propõe encontros virtuais entre artistas bolivianos e pernambucanos, como Mateus Sá.

O projeto tem a intenção de promover essa reflexão, até porque, nesse período, notei que os fotógrafos não vinham pensando tanto suas fotos, então rola esse objetivo de tentar sanar essas questões. Eu digo que é um laboratório de criação”, observa Maíra, que media todos os encontros. O site estreia já com doze portfólios disponíveis, totalizando seis duplas que estão em processo de criação dos ensaios provados pelo Mira Latina. Os outros oitos participantes ainda terão suas conversas marcadas e, aos poucos, o site vai sendo atualizado com os novos materiais que serão entregues. Ao final do processo, Maíra planeja fazer uma exposição no segundo semestre deste ano com o resultado de todos os ensaios produzidos durante o projeto.

Entre os artistas pernambucanos que já participaram estão Mateus Sá, Priscilla Buhr, Alcione Ferreira, Tiago Calazans, Eric Gomes, Thaisa Figueiredo e Danilo Galvão. Dentre os bolivianos estão fotógrafos como Wara Vargas, Paola Lambertin, Mateo Caballero, Carla Spinoza, Carlos Sánchez Navas e Manuel Seoane. “A fotografia da América Latina é extremamente rica, produtiva, criativa e estimulante, mas ainda é preterida e desconhecida do grande público e dos próprios fotógrafos, que conhecem e reconhecem muito mais as produções de outros países e continentes do que as dos nossos vizinhos. É buscando diminuir essa distância e fortalecer a região que surge o Mira Latina”, conclui Maíra.

SERVIÇO:
Lançamento do Projeto Mira Latina
Quando: Nesta quinta-feira (10), às 19h
Onde: Caixa Cultural Recife – Auditório Multimídia (Av. Alfredo Lisboa, 505. Bairro do Recife)
Entrada gratuita

< voltar para home