Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Fotografia

Mostra Visual no Mamam celebra os dez anos do Suplemento Pernambuco

Trinta imagens de ilustradores e fotógrafos estarão em exibição a partir da quarta-feira (30)

A Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) abre nesta quarta-feira, 30 de agosto, a exposição Uma capa é uma capa é uma capa é uma capa, que celebra a primeira década de existência do Suplemento Pernambuco. Jogando luz sobre a importância da imagem para a circulação de textos de literatura ou crítica literária, a mostra que chega ao Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Mamam), no Recife, reúne 30 capas do jornal, desenvolvidas por oito profissionais. A abertura está marcada para as 19h e o acesso é gratuito.

O Suplemento Pernambuco é um jornal com foco na literatura, mas que sempre aborda também reflexões sobre o contemporâneo (jornalismo, narrativas críticas e ainda ensaios sobre imagem), abrindo espaço para discussões sobre a função da arte na compreensão do passado e do presente. Também investe no debate da produção narrativa de minorias sociais como as populações afro-brasileira e LGBTQI, por exemplo.

Capa/Hallina Beltrão

Capa/Hallina Beltrão

Ilustração de Hallina Beltrão para a edição 132

“Essas questões estão diretamente ligadas à criação visual do Suplemento. Resolvemos expor nossas capas para mostrar um pouco de como é preciso aliar uma preocupação de texto com imagem, a fim de tornar o produto atraente – tanto para ter apelo a novos leitores como para consolidar os que já estão conosco”, explicam os editores da publicação, Schneider Carpeggiani e Igor Gomes. Eles assinam a curadoria em parceria com os designers Hallina Beltrão, Janio Santos e Karina Freitas, responsáveis pela identidade visual da publicação.

As 30 capas mostram trabalhos em ilustração e foto. São assinadas por Fabio Seixo (foto), Hallina Beltrão (ilustração), Hélia Scheppa (foto), Jaíne Cintra (foto) Janio Santos (ilustração), Jéssica Mangaba (foto), Karina Freitas (ilustração) e Pedro Vasconcelos (foto).

O título da mostra de design editorial é uma paráfrase e uma invocação ao famoso verso da poeta e escritora estadunidense Gertrude Stein: uma rosa é uma rosa é uma rosa é uma rosa. Uma alusão à necessidade da ênfase e, ainda, uma celebração dos 90 anos de nascimento de Aloísio Magalhães, precursor do design no país.

Capa/Fabio Seixo

Capa/Fabio Seixo

A fotografia de Fabio Seixo ganhou capa da edição 126

A visitação ocorre de 31 de agosto a 19 de novembro – de terça a sexta, das 12h às 18h; e nos sábados e domingos, das 13h às 17h.

OUTRAS AÇÕES
Além da exposição, o Suplemento Pernambuco vem investido em outras áreas de atuação. Lançou, em março deste ano, um selo literário (homônimo ao jornal), que já publicou um livro de Silviano Santiago (o ensaio Genealogia da ferocidade) e lançará em breve outro de José Luiz Passos (o romance Antologia fantástica da República brasileira); também expandiu sua versão impressa (de 24 para 32 páginas), que agora conta com assinatura independente anual (R$ 60) e bianual (R$100). Outras iniciativas estão em curso.

SERVIÇO

Exposição Uma capa é uma capa é uma capa é uma capa: 30 capas do Suplemento Pernambuco
Com imagens de Fabio Seixo, Hallina Beltrão, Hélia Scheppa, Jaíne Cintra, Janio Santos, Jéssica Mangaba, Karina Freitas e Pedro Vasconcelos

Local: Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – Mamam (Rua da Aurora, 265)
Abertura: Quarta-feira, 30 de agosto, às 19h
Visitação: de 31 de agosto a 19 de novembro (De terça a sexta: das 12h às 18h; Sábados e domingos: das 13h às 17h)
Entrada gratuita

< voltar para home