Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

4ª Mostra Canavial de Cinema começa nesta quarta (5)

Começando por Condado e Goiana, o evento percorrerá oito municípios da Zona da Mata Norte do estado até o dia 23

Marcelo Pedroso

“Brasil S/A”, de Marcelo Pedroso, será exibido na Mostra Especial deste domingo (9), no Cine Teatro Polytheama (Goiana)

A partir desta quarta (5), a Zona da Mata Norte vai mergulhar no universo do audiovisual. A 4ª Mostra Canavial de Cinema começa sua jornada pela região, começando pelos municípios de Condado e Goiana. Até o dia 23 deste mês, o evento percorrerá oito cidades, levando ao público filme que dialoguem com a temática “Direitos Humanos”. A 4ª Mostra Canavial de Cinema tem incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura. A programação completa pode ser conferida AQUI.

As relações de violência, pessoais econômicas ou políticas que perpassam a realidade da vida nos canaviais, desde a escravidão, são o mote deste ano da Mostra. “Já vínhamos discutindo isso desde a primeira edição da mostra, pois uma de nossas marcas é a discussão política bem delineada. Acreditamos que ações não podem ser só estéticas ou só políticas. Não dá pra separar arte da transformação social”, explica Caio Dornelas, idealizador e diretor da Mostra, que tem curadoria do jornalista e crítico Rodrigo Almeida.

Seguindo a proposta de colocar em xeque essa temática, o evento preparou dois programas. Do Canavial Para o Mundo, com sete curtas: a animação “Somos Somos” (PE), de André Pyrrho e Paulo Leonardo; “Nego Fugido” (BA), de Cláudio Marques e Marília Hughes; “Sophia” (PB), de Kennel Rógis; “Nº 27” (PE), de Marcelo Lordello; “Malha” (PB), de Paulo Roberto; “À Margem dos Trilhos” (PE), de Marcelo Pedroso e Pedro Severien; e “A sombra de um delírio verde” (MS), de An Baccaert, Cristiano Navarro, Nicola Mu.

O outro programa, também com sete filmes, é Do mundo para o canavial: “Ameaçados” (PA), de Júlia Mariano; “Menino Aranha” (PE), de Mariana Lacerda; “O anão que virou gigante” (RJ), de Marão; “Marina não vai à praia” (MG), de Cássio Pereira dos Santos; “Eu não quero voltar sozinho” (RJ), de Daniel Ribeiro; “Ensaio sobre minha mãe” (RJ), de Jocimar Jr; e “O Clube” (RJ), de Allan Ribeiro.

Mostra Especial
O Cineteatro Polytheama, em Goiana, receberá, neste domingo (9), uma mostra especial, com a exibição do longa “Brasil S/A”, de Marcelo Pedroso, e dois curtas produzidos na região: “Paraíso dos Homens” (PE), de Tony Rodrigues, sobre a arte a exploração em torno do sistema canavieiro, e “O que se memora” (PE), de Caio Dornelas e Ernesto Rodrigues, sobre personagens que se lembram e ainda se relacionam com cinemas que fecharam as portas: Urubatã (Goiana), Recreio Benjamin (Timbaúba) e Cine Lux (Nazaré da Mata).

Além disso, também acontece a mostra infantil, montada em parceria com o Festival de Cinema Infanto-Juvenil – Criancine e o resultado da oficina de animação que será ministrada ao longo da semana por Bruno Cabús e Paulo Leonardo.

Oficinas
A Mostra Canavial também contará com atividades formativas. Seis oficinas serão oferecidas gratuitamente durante a programação: duas de animação, duas de preparação de elenco, uma de cineclubismo e uma de realização audiovisual. As inscrições podem ser feitas em formulário no site do evento.

Seminários
Em mais um ano, a Mostra Canavial promove o Encontro Arranjo Produtivo Local do Audiovisual da Mata Norte. A iniciativa é desenvolvida pelo Núcleo de Produção Engenho Digital com o objetivo de promover a consolidação de uma estrutura que estimule constantemente a produção audiovisual local. Nesta edição, o Encontro propõe discussões sobre direitos humanos e a atual transformação cultural que a Zona da Mata está vivendo. Durante dois dias, Nazaré da Mata receberá profissionais que pensam e vivem o audiovisual, entre eles, César Piva (Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais), Vincent Carelli (Vídeo nas Aldeias), Francisco César Filho (curador e diretor), Amanda Mansur (UFPE), Mariana Valença (Porto Mídia), Pedro Severien (Canne/ABD-PE), Cynthia Falcão (Massangana Multimídia), Carla Francine (Coordenadora de Audioviual da Secult-PE/Fundarpe) e Tarciana Portella (Instituto Delta Zero).

Mostra Canavial de Cinema
Desde que nasceu, em 2011, a Mostra Canavial se propõe a refletir a realidade da Zona da Mata Norte. “Buscamos a participação das pessoas não só como público, mas como protagonistas”, diz Caio Dornelas. “Meses antes de a mostra começar nos reunimos com produtores locais e representantes de entidades, para atender demandas específicas para cada local. Por exemplo, no Assentamento Camarazal (Nazaré da Mata), conversando com os moradores, surgiu a proposta de criar um cineclube. Por isso este ano haverá a mostra e uma oficina de cineclube”.

< voltar para home