Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Beto Figueiroa lança mostra ExistenCidades no MAMAM

Abertura da exposição ao público será nesta quarta-feira (2), e a visitação poderá ser feita até o dia 29 de julho deste ano

Beto Figueiroa/Divulgação

Beto Figueiroa/Divulgação

A visitação no MAMAM está aberta ao público até o dia 29 de julho, de forma gratuita, de terça a sexta-feira, das 12h às 18h, e aos sábados e domingos, das 13h às 17h.

O fotógrafo pernambucano Beto Figueiroa abre nesta quarta-feira (2), no Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM), a sua nova exposição intitulada ExistenCidades. Em formato lambe-lambe, o projeto promove o encontro de Beto com o músico Jr. Black, responsável pela criação de textos, que une imagem, música e literatura.

A mostra é realizada pela Jaraguá Produções com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. ExistenCidades propõe, por meio de 13 fotografias coloridas captadas pelas lentes de Beto Figueiroa, uma instalação num simulacro de um universo quase urbano, com recursos audiovisuais.

Beto Figueiroa/Divulgação

Beto Figueiroa/Divulgação

Para a mostra, Beto Figueiroa convidou o músico e amigo Jr. Black, que escreve cinco textos sobre com inspirações próprias nas fotografias, anexados às suas obra

A instalação, de conotação urbana, será feita entre andaimes de construções vazados, com assinatura de Luciana Calheiros e Aurélio Velho, da Zolu Design, e uma sala com projeções, que dialogam com os textos falados e escritos. São imagens que sugerem a reflexão sobre as cidades. Resquícios de convivências, urbanização, concreto, placas, escadas e até mesmo a simples e reflexiva ideia de uma boleia de caminhão ambientada em um não-lugar.

Para ativar as fotografias como exposição, o fotógrafo convidou o músico e amigo Jr. Black, que escreve cinco textos sobre com inspirações próprias nas fotografias, anexados às suas obras. “Queria que, em algum momento, as fotos falassem e resolvi experimentar essa construção como uma espécie de ambientação que desse esse tipo de suporte. Isso surgiu da vontade e desejo de trabalhar com outras linguagens para construir um ambiente diferente”, explica Beto Figueiroa.

Beto Figueiroa/Divulgação

Beto Figueiroa/Divulgação

ExistenCidades conta ao todo com 13 fotografias coloridas em formato lambe-lambe

Está previsto ainda o lançamento do catálogo da mostra e um debate sobre da cidade e seus não-lugares, com a presença, além de Figueiroa, da fotógrafa Ana Lira e do professor doutor em Comunicação Social José Afonso Júnior, da Universidade Federal de Pernambuco. No mesmo dia, que ainda não está marcado, será realizada uma visita guiada para surdos com objetivo é utilizar a fotografia como meio de expressão e comunicação.

A visitação para ExistenCidades está aberta ao público até o dia 29 de julho, de forma gratuita, de terça a sexta-feira, das 12h às 18h, e aos sábados e domingos, das 13h às 17h.

Serviço:
Exposição ExisteCidades, do fotógrafo Beto Figueiroa
Abertura: 2 de maio | 19h
Visitação: Até 29 de julho
MAMAM (Rua da Aurora, 265, Boa Vista, Recife)
Gratuito
Mais informações: (81) 3355 6871

< voltar para home