Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Bongar lança programa de TV “Tem Preto na Tela”

Interprogramas têm o intuito de estimular a reflexão sobre o racismo e temas relacionados à cultura negra.

Tábata de Morais

Guitinho de Xambá entrevista o historiador João Monteiro em um dos interprogramas.

A comunidade Xambá, em Olinda, estará em festa neste sábado (28/03), quando o grupo Bongar lança a série para televisão “Tem Preto na Tela”. Com duração entre um e três minutos, os interprogramas têm o intuito de estimular a reflexão sobre o racismo na televisão e abordar temas relacionados à cultura e à identidade negra. O evento de lançamento começa às 18h, com a presença do Som na Rural, que exibirá em telão os dez primeiros programas. Em seguida, a festa continua com apresentação do Coco Miudinho, grupo formado por crianças e adolescentes da Xambá. O projeto tem incentivo do Funcultura, Governo de Pernambuco.

Na tela da TV, os programas começam a ser exibidos no domingo (29/03) nos intervalos da programação da TV Universitária. Ao todo, serão exibidos 24 interprogramas. Os vídeos também serão disponibilizados no blog, criado especificamente para estender o debate à internet. Ao fim do projeto será lançado um DVD com todos os episódios, que será distribuído gratuitamente a instituições públicas, como escolas, bibliotecas e centros culturais.

Além do lançamento da série televisiva, a comunidade Xambá viverá neste sábado (28/03) um dia intenso de atividades sócio-educativas-culturais com a ação “VIVA A XAMBÁ”, incluindo passeio histórico cultural e feira de comidas típicas. Leia mais sobre a iniciativa AQUI.

O “Tem Preto na Tela” nasceu de inquietações incitadas pelo próprio cotidiano dos jovens negros da comunidade de Xambá, permeado por diferentes formas de racismo. O projeto reivindica visibilidade para a população negra dentro de um espaço historicamente consolidado por padrões hegemônicos brancos. Entre os entrevistados do interprograma estão homens e mulheres psicólogos, ativistas negros, historiadores, músicos, estilistas, representantes do movimento LGBT e movimentos sociais que trabalham em diferentes instâncias no combate ao racismo no País.

Na tela, aparecem o músico Cannibal; o psicólogo, escritor e ativista Lepê Correia;  o historiador João Monteiro, a Capitã Lúcia Helena, contam suas experiências e ações na luta contra o racismo. O debate é mediado pelo músico e ativista negro Guitinho da Xambá, integrante do grupo musical Bongar. Cada interprograma se situa nos espaços nos quais os personagens atuam. O intuito é aproximar o telespectador para as situações a serem debatidas. Outro objetivo é que a população negra possa se reconhecer na tela.

Serviço
Lançamento da série de TV “Tem Preto na Tela”
Sábado (28/03), a partir das 18h
Comunidade Xambá – Rua Severina Paraíso da Silva, 65 – Portão de Gelo
São Benedito – Olinda
Acesso gratuito.

< voltar para home