Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Catálogo sobre bordado de Passira é lançado em Olinda

Publicação conta com incentivo do Funcultura e é de autoria da socióloga e produtora cultural Tereza Franco, em parceria com o styling Tiago Santos

Divulgação

Catálogo faz um apanhado sobre a arte do bordado, do seu surgimento há cerca de 30 mil anos A.C, até sua passagem pelas raízes ibéricas

Depois de ser apresentado em Passira, a terra do bordado que inspirou todo o trabalho, o catálogo Risco em anil, Ponto em flor, Memória do bordado de Passira terá um evento de lançamento em Olinda. O projeto foi idealizado pela socióloga e produtora cultural Tereza Franco, em parceria com o styling Tiago Santos, e conta com incentivo do Governo de Pernambuco, por meio do Funcultura.

A publicação vai além do registro fotográfico e apresenta uma história de resistência e de identidade cultural através da pesquisa que vai desde a origem do bordado ao longo da história ocidental até chegar à cidade de Passira, no Agreste Pernambucano. “Para investigar o presente, optei pela proposição de um projeto com o objetivo de traçar um panorama da cadeia produtiva na cidade que leva o nome Terra do Bordado Manual como bandeira, cartão de apresentação e ativo econômico”, explica Tereza Franco.

O catálogo faz um apanhado sobre a arte do bordado, do seu surgimento há cerca de 30 mil anos A.C, até sua passagem pelas raízes ibéricas, onde os religiosos transplantaram a cultura do bordado manual para a região. De acordo com a socióloga, foi a experiência familiar que deu vida a este projeto voltado para salvaguardar o patrimônio cultural de Passira. “Desde criança, vivi cercada pelo bordado, numa família constelada por bordadeiras profissionais. Observando minha mãe, aprendi os primeiros pontos e não tardei a realizar minhas primeiras pequenas peças”, revela.

Divulgação

Divulgação

Projeto conta ainda com um editorial que apresenta as criações das bordadeiras da região

O projeto conta ainda com um editorial que apresenta as criações das bordadeiras da região. A edição de imagens foi feita pelo designer Ticiano Arraes. Já a pesquisa e os textos são assinados pela jornalista Eva Duarte. As fotografias são de Andréa Franco e Felipe Cândido e o design gráfico é de Mateus Barros.

Dentre as problemáticas em torno do bordado como profissão, Tereza observa que “de volta a Passira, pude perceber algumas mudanças. Hoje, a presença masculina no processo de feitura é raro. Muitas bordadeiras também demonstram desinteresse pela atividade devido à falta de apoio dos órgãos governamentais, ao surgimento de atividades mais rentáveis e ao aparecimento da tecnologia digital. É fácil notar que as novas gerações não acreditam mais nessa profissão”.

Serviço
Lançamento do catálogo “Risco em anil, Ponto em flor, Memória do bordado de Passira”
Quarta (12) | 19h
Pousada dos Quatro Cantos (Rua Prudente de Morais, 441, Carmo, Olinda)
Gratuito

< voltar para home