Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Cento e vinte e um projetos são aprovados no Funcultura Audiovisual 2017/2018

O 11º Edital do Funcultura Audiovisual recebeu 458 inscrições, de 38 municípios pernambucanos, divididos nas 12 Regiões de Desenvolvimento. Após a habilitação da fase documental, 390 propostas foram analisadas pelas comissões Técnicas e Temáticas, sendo 88 de Longa-metragem; 93 de Curta-metragem; 65 de Produtos para TV; 24 de Difusão; 27 de Formação; 04 de Pesquisa; 02 de Preservação; 46 na categoria Revelando os Pernambucos, destinada a projetos de curtas e difusão pelas regiões do estado; 33 de Desenvolvimento de Cineclubes e 08 de Games.

O processo de seleção consistiu em três fases: análise documental, análise de mérito e a defesa oral dos projetos. A última fase de seleção contemplou a realização de 161 entrevistas com projetos de todas as categorias, com exceção de Desenvolvimento de Cineclubes, Revelando os Pernambucos e Games, cuja seleção dispensa esta etapa.

Ao final, 121 projetos foram selecionados, sendo: 18 (Longa-metragem), 24 (curta-metragem), 15 (Difusão), 14 (Revelando os Pernambucos), 21 (Produtos para TV), 13 (Desenvolvimento do Cineclubismo), 10(Formação), 02 (Pesquisa), 01 (Preservação), 03 (Games). Contam com a suplementação orçamentária do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) 25 projetos, nas categorias longa-metragem e produtos para televisão.

ACESSIBILIDADE

No tocante à acessibilidade, o Funcultura Audiovisual estebeleceu critérios de pontuação específicos, além de se alinhar às regras da Ancine. Nesta 11º edição, dos 458 projetos inscritos, cerca 76% contam com recursos de acessibilidade comunicacional e dos 121 projetos aprovados, 78% preveem ações nesta área.

REGIONALIZAÇÃO

Foram incorporados itens como pontuação diferenciada e reserva de aprovação para proponentes residentes fora da RMR. Dos 458 projetos inscritos, cerca de 73% são da RMR, 12% são do Sertão, 8% do Agreste e 7% da Mata. Mesmo com essa concentração na RMR, dos 121 projetos aprovados, 36% são de proponentes residentes no interior, sendo o Sertão a RD que mais demandou e aprovou projetos.

GÊNERO E INCLUSÃO

Sob a atuação da mulher nas obras audiovisuais – nas funções de roteiro e direção – esta edição alcançou uma meta importante, considerando ainda o desigual cenário nacional, sendo a primeira vez em sua história que 62% dos 73 projetos de obras audiovisuais serão dirigidos ou roteirizados por mulheres. Em investimento, esse percentual representa 55% do recurso incentivado na fonte Funcultura e 45% na fonte FSA. Esse percentual se destaca ainda em comparação ao resultado do ano passado, quando 46% dos projetos de obras audiovisuais aprovadas contaram com mulheres desempenhando a função de direção e/ou roteiro.

Foi destinado um percentual mínimo de 20% de aprovação para projetos de obras audiovisuais dirigidos e/ou roteirizados por profissionais negros/as e indígenas, mantendo ainda a pontuação diferenciada para as demais categorias. Desta forma, dos 73 projetos aprovados de obras audiovisuais, 47%contam com diretores e/ou roteiristas negros/as e indígenas, percentual acima do estabelecido inicialmente pelo edital. Em investimento, esse percentual representa 44% do recurso incentivado na fonte Funcultura e 22% na fonte FSA. No total, dos 121 projetos aprovados, 70% contam com profissionais negros/as e indígenas em suas equipes principais.

GAMES
Novidade nesta edição, a categoria Games foi incorporada ao edital com a finalidade de estimular a indústria de jogos eletrônicos do Estado, através do incentivo a três projetos de game experimental/autoral, que apresentem inovações tecnológicas, artísticas e que abordem questões sociais e culturais da atualidade.

SUMÚLAS DE ANÁLISE
Os proponentes de projetos não aprovados poderão solicitar as súmulas de análise através do e-mail audiovisualpe@gmail.com, informando o nome do projeto e o proponente, pelo período de 90 dias. A solicitação também pode ser feita presencialmente, através de ofício impresso entregue no setor de Atendimento ao Produtor do Funcultura, de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 12h, na sede da Fundarpe (Rua da Aurora 463/469, Boa Vista, Recife).

COMISSÕES TÉCNICAS E TEMÁTICAS

As comissões de assessoramento e temático foram compotas por profissionais indicados pelo Conselho Consultivo do Audiovisual de Pernambuco. Confira os pareceristas que realizaram as análises de mérito dos projetos inscritos:

Comissão de Curta-metragem: Cíntia Domit Bittar (SC); Issis Valenzuela (SP), Sávio Leite (MG);
Comissão de Produtos para TV: Carolina Teixeira Ribeiro (RJ), Douglas Soares (RJ), Guida Gomes (PE);
Comissão de Longa-metragem: Juliano Gomes (RJ), Tati Mendes Santos (MT), Rodolpho Barros (PB);
Comissão Difusão, Formação, Pesquisa e Preservação: Daniela Fernandes (BA), Diogo Velasco (SE), Thay Limeira (DF);
Comissão Revelando os Pernambucos e Desenvolvimento do Cineclubismo: Larissa Lisboa (AL), Esmon Primo (BA), Éthel Ramos (RJ);
Comissão Games: Paulo André Rodrigues de Souza (PE), Thiago de Freitas (PE)

 

CONFIRA AQUI O RESULTADO

< voltar para home