Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Chef pernambucano resume em livro a tradição gastronômica nordestina

Assinado por Claudemir Barros e produzido com incentivo do Funcultura, 'Sonhos e Sabores' será lançado nesta terça-feira (5)

Álvaro Severo/Divulgação

Álvaro Severo/Divulgação

Atualmente à frente da cozinha do Ça Va Bistrô, Claudemir Barros tem mais de 25 anos dedicados à gastronomia do Nordeste brasileiro

Resultado de cinco anos de incursões do cozinheiro e pesquisador Claudemir Barros a diversas localidades do Nordeste, especialmente no Agreste e Sertão pernambucanos, o livro Sonhos e Sabores será lançado nesta terça-feira (5). O evento de lançamento acontecerá no restaurante Botegga Bastardi, no Recife, às 19h, e é aberto ao público em geral.

A publicação, que conta com incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura, busca resgatar a tradição e valorizar a cultura e gastronomia nordestinas, expressas através de ingredientes, receitas e histórias de personagens icônicos, que reafirmam a pluralidade do DNA cultural brasileiro.

Reprodução/Capa do livro

Reprodução/Capa do livro

A gogoia, pequena fruta da caatinga resistente à seca e que leva tempo para atingir a maturidade, é um dos elementos que ilustra a capa de Sonhos e Sabores

A linha de raciocínio é construída a partir das memórias do chef, com mais de 25 anos dedicados à gastronomia, passando pelas suas experiências relacionadas à arte das panelas. Uma paixão que começou na infância ao lado da mãe, Dona Anita Chagas, que por 17 anos capitaneou a cozinha do centenário Restaurante Leite no Recife.

Atualmente à frente da cozinha do Ça Va Bistrô, Claudemir conta num dos trechos do escrito que “vivemos em um passado que sempre estará presente, qualquer que seja o futuro em que estejamos vivendo. Tudo que vi, ouvi e aprendi foram de suma importância para minha evolução, principalmente no cenário gastronômico”.

O livro teve colaborações de outros autores, como a de Maria Lectícia Cavalcanti, imortal da Academia Pernambucana de Letras (APL), autora de obras como História dos sabores pernambucanos e Gilberto Freyre e as Aventuras do Paladar, além do prestigiado antropólogo Raul Lody e do chef francês Laurent Saudeau. A obra conta ainda com a co-escritura da jornalista e escritora pernambucana Erika Valença.

Álvaro Severo/Divulgação

Álvaro Severo/Divulgação

‘Sonhos e Sabores’ busca resgatar a tradição e valorizar a cultura e gastronomia nordestinas, expressas através de ingredientes, receitas e histórias de personagens icônicos

Um dos pontos principais, sobre o qual a publicação se debruça é a noção de ingrediente enquanto símbolo, que representa maneiras de interpretar sabores, cores, odores e estéticas, e que traduz relações sociais, etnias, regiões e povos. Nesse sentido, em Sonhos e Sabores são discutidos elementos como o milho, símbolo fortemente presente nas mesas de junho dos pernambucanos.

“Ele se apresenta em diferentes receitas que juntam coco, açúcar, cravo e canela. As pamonhas atestam seus usos há mais de 7000 mil anos pelos povos tradicionais americanos, com as receitas dos tamales, técnica culinária de preparar diferentes ingredientes que são embrulhados em folhas e cozidos”, pontua Raul Lody numa das partes da obra.

Álvaro Severo/Divulgação

Álvaro Severo/Divulgação

Um dos pontos principais, sobre o qual a publicação se debruça é a noção de ingrediente enquanto símbolo

Dois projetos pessoais do autor são reforçados no livro. Um deles é o Plantar Ação, que busca valorizar os pequenos produtores rurais,  inspirado em ideais como os de Carlo Petrini (à frente do Movimento Slow Food), a partir da reapropriação de ingredientes, até então pouco valorizados, por agricultores locais, como também por meio do estabelecimento de pontes entre esses produtores e cozinheiros. O outro é o Preserve Ação, que fomenta a ideia de que a caça por subsistência também faz parte da cultura.

“A essência desses projetos, agora compartilhados de modo mais amplo, são a valorização do que é nosso, do que é fundamental para preservar a história das nossas preparações e elementos culinários. A cultura vive e se reinventa, a partir do uso desses ingredientes e dos costumes atrelados a eles”, defende Barros.

Serviço:
Coquetel de lançamento de Sonhos e Sabores do cozinheiro e pesquisador gastronômico Claudemir Barros
Terça (5) | 19h
Botegga Bastardi (Avenida Conselheiro Aguiar, 323, Pina, Recife)
Gratuito
Mais informações: Facebook | Instagram

< voltar para home