Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Coletivo Lugar Comum excursiona com o espetáculo Leve pela América do Sul

Turnê tem incentivo do Funcultura

Montagem já circulou por 15 estados diferentes e foi visto em 33 cidades do Brasil

Montagem já circulou por 15 estados diferentes e foi visto em 33 cidades do Brasil

O Coletivo Lugar Comum extrapola as fronteiras nacionais para apresentar, nos dias 7 e 8 de novembro, o espetáculo Leve no Centro Cultural Tractatus, localizado em Montevidéu (Uruguai). A premiada montagem pernambucana, que participou recentemente do 19º Festival de Danza de Nuevas Tendencias na Argentina,  convida os espectadores ao despertar de vários sentidos, refletindo sobre os sentimentos e anseios do ser humano.

Com uma trajetória de sucesso, Leve estreou nacionalmente em junho de 2009. Concebido e montado por artistas recifenses, o espetáculo, interpretado pelas bailarinas Maria Agrelli e Liana Gesteira – que substitui Renata Muniz durante a turnê pela América Latina, ficou conhecido pela iniciativa de inclusão dos espectadores com deficiência visual e auditiva, graças ao oferecimento de tradução simultânea (áudio-descrição e intérprete de Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais) de tudo que é encenado no palco, além de texturas e descrições de cenário e iluminação.

Em 2014, o grupo pernambucano conquistou a possibilidade de emocionar plateias em outros países. No início desse ano, a companhia passou por Santiago, no Chile, como parte da programação do Festival Cielos Del Infinito.

“Leve é um convite ao despertar dos sentidos no compartilhamento de um momento inteiro, que através da arte da dança e da poesia traduz a leveza e dureza de sermos nós, com nossas dores, saudades e os voos e quedas que nos cabem”, define Agrelli, uma das criadoras do projeto, que conta com trilha assinada por Isaar França. Já a criação cenográfica é da designer e artista plástica Lu de Mari e os figurinos foram desenhados pela própria Maria Agrelli. A concepção de iluminação do espetáculo é de Luciana Raposo.

Coletivo Lugar Comum
Criado em 2007, o grupo reúne  artistas de diferentes linguagens (dança, teatro, música, artes visuais, literatura). Além de ser um espaço para troca de saberes diversos na busca de propostas que tenham a potência de transformar, esteticamente, politicamente, culturalmente e artisticamente, o coletivo investe na formação artística de seus membros, através de aulas, produção de projetos, discussão de textos e outras atividades artístico-culturais.

< voltar para home