Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Com incentivo do Funcultura, Carol Cony (RJ) ministra workshop de acrobacia e dança no Espaço Vila

As inscrições gratuitas para o curso vão até o dia 14/8

Estão abertas até o dia 14 de agosto as inscrições para o workshop Estar Suspenso, um trabalho que une dança e acrobacias circenses em equipamentos aéreos, numa busca por novas conexões com o movimento. A iniciativa trará ao Recife a atriz, bailarina e acrobata Carol Cony (RJ), que vai ministrar a atividade durante dois dias, 22 e 23 de agosto, das 9h às 13h, no Espaço Vila, em Santo Amaro, Recife/PE. Os interessados podem se inscrever gratuitamente, através do formulário disponível no blog: aereoimprovisado.wordpress.com. A seleção, que irá escolher 15 participantes, será feita pela equipe do projeto, e o resultado final divulgado no dia 17 de agosto. Durante o encontro, os participantes poderão vivenciar uma nova maneira de se movimentar sobre os aparelhos aéreos com exercícios voltados para a composição cênica. Os alunos entrarão em contato com novas possibilidades criativas, tanto no chão quanto nos aparelhos aéreos circenses (trapézio e tecido acrobático), podendo dar continuidade ao trabalho em sua pesquisa pessoal. O projeto conta com incentivo do Funcultura.

Gabriel Santana/Divulgação

Gabriel Santana/Divulgação

O workshop irá apresentar técnicas de acrobacia e dança

A realização do workshop integra a programação do projeto de pesquisa Aéreo Improvisado. A proposta parte da fricção, da interseção e descoberta de atravessamentos entre o Contato Improvisação (assim como outras práticas ancoradas no improviso e utilizadas no treinamento do corpo que dança) e a técnica do trapézio e tecido acrobático, com a proposta de subverter o uso do aparelho aéreo circense, gerando novas criações. Serão ao todo seis meses de trabalho, com atividades abertas a artistas, estudantes e professores de circo e dança e ao público em geral interessado na prática da acrobacia aérea. O projeto, idealizado pela artista Lorena Cronemberger, do Coletivo Lugar Comum, envolve treinamento técnico dos aparelhos com encontros semanais; orientação prática de Contato Improvisação com a bailarina Liana Gesteira (Coletivo Lugar Comum – PE).

Antecedendo a realização do workshop, de 17 a 21 de agosto, acontece uma mini-residência, proporcionando um encontro de experiências entre a pernambucana Lorena Cronemberger e a artista Carol Cony. As práticas serão focadas na construção de um corpo extra-cotidiano e cênico no aparelho aéreo, subvertendo os movimentos tradicionais e criando uma pesquisa baseada nas diferentes qualidades de movimentação, com o intuito de gerar  “aberturas criativas” durante o processo a partir dos movimentos-seqüências vivenciados sobre, sob, ou em torno do  aparelho.

“A ampliação da prática de aéreo é um desafio, dado que se trata de uma prática onde a técnica é utilizada de forma limitada, em contradição com o risco que a atividade abarca”, diz Lorena Cronemberger. “O Contato Improvisação desenvolve um trabalho corporal de conscientização e potencialização da presença a partir do diálogo físico entre duas ou mais pessoas e trazer o Contato Improvisação para essa pesquisa tem como pressuposto ampliar a interação do artista circense com o próprio aparelho, entendendo-o como um outro corpo. Além disso, o trabalho de Contato Improvisação desenvolve no indivíduo a capacidade de realizar movimentos físicos com mais consciência e paciência. Também auxilia no desenvolvimento da expressividade, propiciando um momento em que a pessoa possa mergulhar de maneira mais aprofundada nas próprias ações, atitudes e imaginação”, completa.

Sobre a mediadora
Carol Cony vive no Rio de Janeiro desde 2003 e atuou no elenco do grupo de circo Intrépida Trupe, de 2006 a 2011. Participou de importantes festivais nacionais e internacionais como: Festival Europália (Bélgica-Bruxelas), Festival de Teatro de Quito (Equador), Festival Mundial de Circo de Belo Horizonte (MG), Festival de Teatro de Curitiba (PR), Festival de Circo do Brasil (PE-Recife), Festival Internacional SESC de Circo (2013), entre outros. Dirigiu e atuou no espetáculo Circo Strada, que realizou duas temporadas no jardim do Museu da República (2012/13) atingindo mais de 400 pessoas por dia. Entre os prêmios recebidos estão o de melhor número de circo na mostra do Fil, com o número de trapézio Tarja Preta em 2012 e melhor companhia profissional com o número de trapézio “Juguete para dos Nenas”, com Juliana Medella e dirigido por Raquel Karro.

Serviço
Workshop Estar Suspenso, com Carol Cony (RJ)
Dias: 22 e 23 de agosto, das 9h às 13h
Inscrições gratuitas pelo blog: aereoimprovisado.wordpress.com/inscrições/
Onde: Espaço Vila, Rua Radialista Amaralio Niceias, nº76, Santo Amaro, Recife/PE  (Em frente ao prédio da TV Jornal)

< voltar para home