Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Curso gratuito sobre acessibilidade nas exposições de arte tem inscrições abertas

Depois de passar por Recife, Caruaru, Nazaré da Mata e Triunfo, a segunda edição do curso, que conta com incentivo do Funcultura, vai acontecer em Garanhuns e Arcoverde. Inscrições vão até 20 de novembro

Depois de sete meses fechados por conta da pandemia de Covid-19, os espaços culturais estão, aos poucos, reabrindo. Uma das reflexões maturadas pelos produtores e gestores do segmento da cultura ao longo desse tempo trata dos cuidados que seriam necessários para voltar a receber o público. Mas, para além das medidas sanitárias, uma necessidade urgente, que ainda não é realidade em grande parte dos equipamentos culturais, diz respeito à questão da acessibilidade.

Tendo em vista a mudança nesse cenário, a produtora cultural Arkhé vai promover a segunda edição do curso gratuito Exposições Acessíveis para Pessoas com Deficiência em duas cidades: Garanhuns, no Agreste, e Arcoverde, no Sertão pernambucano. Em 2021, o curso, que tem o incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Funcultura, está previsto para acontecer também em Goiana, na Região Metropolitana do Recife, e em Palmares, na Zona da Mata.

O objetivo principal do curso é que as pessoas que já trabalham na área de artes visuais pensem sobre acessibilidade desde a etapa de concepção dos projetos. Serão disponibilizadas 20 vagas em cada cidade, destinadas a profissionais de artes visuais, como curadores, gestores de instituições culturais, museólogos, produtores culturais, arte-educadores e técnicos das áreas de expografia, além de estudantes de áreas afins. As inscrições vão até 20 de novembro apenas pelo site: www.arkhecultural.com.br.

As aulas em Garanhuns serão no Sesc, entre os dias 30 de novembro e 4 de dezembro, em dois turnos, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Em Arcoverde, o curso vai de 7 a 11 de dezembro, no Sesc, também das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Keila Castro/Divulgação

Keila Castro/Divulgação

Os professores Artur Mendonça, Fernanda Araújo e Everson Melquíades vão comandar as atividades do curso

Três formadores serão responsáveis por conduzir o curso: Fernanda Araújo, psicóloga, Doutora em Educação pela UFPE, com pesquisas na área de Educação Inclusiva; Artur Mendonça, especialista em acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência; e Everson Melquíades, pedagogo, doutor em Educação e professor da UFPE.

Segundo o Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2010, 23,9% da população brasileira possui algum tipo de deficiência. Melhorar o acesso à cultura, aos museus e às suas coleções para as pessoas com deficiência constitui objetivo essencial do curso. Durante as 40 horas, serão abordados conteúdos que vão desde a legislação de referência na área, os processos de inclusão social nos museus e instituições culturais, os diversos tipos de acessibilidade, os dispositivos utilizados, como aplicativos, legendas, maquetes táteis, até a mediação sociocultural das pessoas com deficiência.

De acordo com o professor Artur Mendonça, um dos objetivos é desmistificar as supostas dificuldades, principalmente relacionadas aos custos financeiros, para possibilitar a acessibilidade dos produtos culturais. “A tecnologia facilitou bastante a vida das pessoas com deficiência, hoje temos muitos recursos disponíveis, mas é preciso que o produtor cultural esteja disposto a pensar nisso desde a concepção do projeto da exposição. O preço da exclusão é muito maior”, defende.

A primeira edição do curso Exposições Acessíveis para Pessoas com Deficiência foi realizada nas cidades do Recife, Caruaru, Nazaré da Mata e Triunfo. 64 profissionais que já atuam ou que deverão trabalhar em museus, principalmente arquitetos, museólogos, conservadores e restauradores, concluíram essa etapa do programa. Outras informações sobre o curso estão disponíveis no site www.arkhecultural.com.br.

Serviço
Curso Exposições Acessíveis para Pessoas com Deficiência
Inscrições: Até 20 de novembro pelo site: www.arkhecultural.com.br
Quanto: Gratuito
Carga-horária: 40 horas
Programação de aulas:
- Garanhuns – de 30 de novembro a 4 de dezembro, das 8h às 12h e das 13h às 17h, no Sesc de Garanhuns
- Arcoverde – de 7 a 11 de dezembro, das 8h às 12h e das 13h às 17h, no Sesc de Arcoverde

< voltar para home