Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Doc “Quem não conhece Santino… encontro de gerações” estreia nesta sexta-feira (28)

O filme, que conta com incentivo do Funcultura, será exibido nas redes sociais do Som da Rural, a partir das 10h

Divulgação

Divulgação

O documentário acompanha os bastidores da gravação do novo CD de Mestre Santino, 79 anos, um dos principais nomes da ciranda em Pernambuco

A produtora Terno da Mata lança, nesta sexta-feira (29), às 10h, o documentário “Quem não conhece Santino… encontro de gerações” , dirigido por Nilton Pereira, nas redes do Som na Rural (Facebook, Instagram e Youtube). O filme, que conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Funcultura, conta um pouco da historia de Santino Cirandeiro, como o mestre é conhecido na Mata Norte de Pernambuco, um dos principais nomes da ciranda em Pernambuco.

O vídeo é mais que um making of da gravação do CD que será lançado assim que acabar a pandemia. Aos 79 anos, morando em Nazaré da Mata, ele faz parte de uma geração de outros talentos gigantes, como João Limoeiro e o saudoso Zé Galdino cujas contribuições passeiam também pelo baque solto.

Conversar com Santino Justino de Souza é, certamente, um bom argumento para que várias de suas histórias sejam costuradas a trechos de suas cirandas. Com seu vozeirão, ele sempre puxa um verso ali, canta alguma coisa aqui, e acaba chamando a atenção dos próximos. Suas lembranças, sejam as de Macaparana, terra natal que deixou ainda na juventude, ou a dos anos de trabalho no engenho e na construção civil, aparecem em suas canções. “De engenho, só não fiz ser senhor de engenho. O resto tudo fiz”, relata.

Artista de olhar e ouvidos atentos, toda matéria de sua vida parece servir de mote para criação dos seus versos e melodias. Santino Cirandeiro é capaz de encontrar poesia nos detalhes, no amor – de onde florescem muitas de suas cirandas – e nas graças diárias, mas faz isso com muito bom humor estampado no rosto e maestria.

Quem quer conhecer mais sobre a musicalidade do mestre Santino e assistir aos bastidores de gravação do último álbum, o mini documentário “Quem não conhece Santino… Encontro de gerações (2019)”, dirigido pelo realizador Nilton Pereira, traz gravações em estúdio e belíssimas imagens da região Norte de Pernambuco. Seus contos e causos dividem a tela com histórias de origens de algumas das letras, que são verdadeiros presentes aos amantes da música brasileira.

Há, ainda, a participação de dois nomes da nova da geração, Mestre Bi, da Ciranda Bela Rosa, e Mestre Anderson Miguel, da Raiz da Mata Norte, com depoimentos e trechos de suas contribuições musicais para o novo álbum. “Na verdade, trata-se de uma reunião de talentos. E isso não é, nem nunca foi, exclusividade de alguma geração. Faz parte de todas e cada uma oferece suas belezas. Se ciranda é arte de mãos dadas, encontros e de união, em Pernambuco, está mais do que provado que realmente é. Pode conferir mais essa beleza do audiovisual do Estado”, diz o responsável pelo projeto, o produtor Sérgio Melo, da Terno da Mata. Veja abaixo um teaser do documentário:

< voltar para home