Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Em cartaz no Mercado Eufrásio Barbosa, mostra “Sertões” ganha audiodescrição

Atento à importância da acessibilidade para todos os públicos, o fotógrafo pernambucano Fred Jordão lança neste sábado (18), às 16h, a audiodescrição da exposição “Sertão”, que segue em exposição no Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda, apresentando, através de imagens, textos – e agora, áudios – uma visão diferente do estereótipo de terra seca e rachada. A mostra conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Funcultura.

O cuidadoso processo de audiodescrever a exposição, um trabalho que durou meses, foi realizado pelas audiodescritoras Liliana Tavares e Silvia Albuquerque, da Com Acessibilidade Comunicacional, que desenvolveram o projeto em forma de visita guiada.

Assim, os deficientes visuais, sem nenhum agendamento prévio, podem solicitar o tour com audiodescrição e guia. Através das faixas, é possível ouvir a descrição das imagens, receber orientações sobre direções, posições, indicações de sons e também ouvir os textos e poemas que intercalam as fotografias, assinados, respectivamente, por Fred e pela poeta, cantora e compositora Ágda. Ainda é possível pausar, pular ou voltar as faixas da audiodescrição.

“Antes do lançamento do recurso, os textos foram revisados por deficientes visuais e pelo próprio Fred, tudo para garantir a fidelidade ao projeto”, explica Liliana Tavares, que também empresta a voz ao tour guiado.

Exposição
Fruto de um trabalho que vem sendo construído desde a década de 90, a exposição “Sertão”, que fica em cartaz até o dia 4 de fevereiro, no mais novo espaço cultural de Olinda, inclui fotografias do livro Sertão Verde – Paisagens (publicado em 2012), do documentário Sertão Século 21 (em produção), além de sucessivas viagens e pesquisas desenvolvidas por Fred Jordão durante os últimos 25 anos. Ao todo, são exibidas 110 fotografias, em formatos variados e impressas em canvas. As visitas acontecem de de terça a domingo, das 9h às 17h.

Vale ressaltar que a exposição respeita todos os protocolos de segurança sanitária estabelecidos pelas autoridades governamentais para eventos culturais. O design de exposição e peças gráficas são de autoria de Carla Gama e as ampliações fotográficas foram feitas no Atelier de Impressão. A produção executiva do projeto é de Maria Rosa Maia.

< voltar para home