Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Espetáculo solo de André Brandão trata da complexidade humana através da dança

Com incentivo do Funcultura, montagem ‘Onde ele anda é outro céu’ estreia neste sábado (13), no Teatro Dona Amélia, no Sesc de Petrolina

cartaz - onde ele anda é outro céu

O bailarino pernambucano André Vitor Brandão estreia neste próximo sábado (13) o seu primeiro espetáculo solo, ‘Onde ele anda é outro céu’. Com incentivo do Governo do Estado, através do Funcultura, e produção da Qualquer Um dos 2 Cia. de Dança, a peça busca discutir sobre as questões existencialistas do ser humano na sociedade contemporânea. A temporada será realizada no Teatro Dona Amélia, no Sesc de Petrolina, e cumprirá seis apresentações, sempre às 20h, aos sábados e domingos. A entrada é gratuita e a classificação livre.

A proposta de André Brandão surgiu faz dois anos, quando o bailarino participou de um projeto do Sesc chamado ‘Dois minutos para dança’, o qual provoca os participantes a experimentarem uma ideia dentro deste curto espaço de tempo. “O tema era a literatura do escritor moçambicano Mia Couto e acabei me baseando no conto ‘O Homem Cadente’ para montar um espetáculo. Depois deixei o projeto parado por um tempo, e quando consegui o fomento através do Funcultura voltei à pesquisa para chegar a este resultado”, explica André.

Divulgação

Divulgação

Graças ao incentivo do Funcultura, André Brandão retomou a pesquisa deste espetáculo, que estreia no Teatro Dona Amélia

Nesta nova fase, o processo de pesquisa de ‘Onde ele anda é outro céu’ acumulou inúmeras outras referências com o objetivo de poetizar no corpo esse homem-personagem que sonha e que segue outra lógica. “Em dezembro do ano passado apresentei a um público um esboço das ideias. Sempre faço isso, porque às vezes como estou muito dentro do projeto, eu gosto de ter um olhar de fora. Dá uma certeza maior de como as coisas estão funcionando”, revela o bailarino.

Além de André Brandão como intérprete-criador, completam a ficha técnica Jailson Lima na direção artística, Renata Camargo (Recife-PE) na direção de movimento, Renata Pimentel (Recife-PE) na dramaturgia. A criação do figurino ficou por conta de Orlando Dantas (São Paulo-SP) e a iluminação por Fernando Pereira. Eugênio Cruz criou a Trilha Sonora Original e Lucylene Lima está na cenotécnica do espetáculo. O bailarino ainda contou com uma assessoria em rapel por Eugênio Junior.

Divulgação

Todo o processo de montagem e execução de ‘Onde ele anda é outro céu’ está sendo registrado no blog ondeeleanda.blogspot.com, onde também é possível obter mais informações sobre a temporada e a criação.

Sobre André Vitor Brandão: Começou a dançar com 14 anos e já participou de mais de 15 espetáculos, sendo num deles premiado como melhor bailarino no Prêmio APACEPE 2010. Possui graduação em Artes Visuais pela Universidade Federal do Vale do São Francisco e é Pós graduando em Dança Educacional e Artes Cênicas pelo Centro Sul Brasileiro de Pesquisa, Extensão e Pós Graduação (CENSUPEG). É bailarino da Cia de Dança do Sesc Petrolina e da Qualquer um dos 2 Companhia de Dança. Atualmente é instrutor de atividades artísticas do Serviço Social do Comércio-SESC em Petrolina atuando como coordenador das atividades de Artes Visuais e Cinema da Unidade.

Serviço
Espetáculo ‘Onde Ele Anda É Outro Céu’
De 13 a 28 de fevereiro de 2016 | sábados e domingos, às 20h
No Teatro Dona Amélia (Av. Fernando Góes, s/n, Centro de Petrolina)
Gratuito
Classificação livre

< voltar para home