Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Exposição da fotógrafa Priscila Urpia retrata universo de mulheres infratoras

Mostra "Ovelhas", incentivada pelo Governo de Pernambuco, poderá ser conferida em João Pessoa (PB) a partir de 18 de janeiro

As mulheres da colônia Penal Feminina do Recife (CPFR) são tema da exposição Ovelhas, da fotógrafa e jornalista pernambucana Priscila Urpia. O dia a dia das reeducandas que vivem na penitenciária conhecida popularmente como Bom Pastor, é retratado na mostra que entra em cartaz na Galeria Alexandre Filho – Usina Cultural Energisa, em João Pessoa, na próxima quinta-feira (18).

Priscila Urpia

Priscila Urpia

Pesquisa com mulheres em cárcere durou cerca de três anos

Esta é a primeira exposição individual da artista, que direciona seu olhar para as mulheres que fazem do cárcere uma oportunidade de recomeço. O projeto conta com incentivo do Governo de Pernambuco, por meio do Funcultura, e é resultado de uma pesquisa que durou cerca de três anos.

“O ser feminino desempenha vários papéis sociais, como o de esposa, mãe, trabalhadora, cidadã, entre outros. Qualquer atitude que infrinja esses padrões sociais de comportamento e civis é condenada. Algumas mulheres quando decidem enveredar pelo mundo do crime acabam desafiando esses padrões de conduta moral, sendo assim desconfiguradas à condição social e moral de cidadã”, detalha a fotógrafa.

Verner Brenan _ Divulgação

Verner Brenan _ Divulgação

Priscila Urpia 

O nome “Ovelhas” é uma alusão a Bom Pastor, antigo nome da CPFR. Com curadoria do fotógrafo Elvio Luiz dos Santos, a mostra fica em cartaz até o dia 18 de fevereiro. Como forma de alcance a toda sociedade, sem restrições, o projeto contará com audiodescrição integral das imagens, possibilitando o acesso dos deficientes visuais. Além das 24 fotos, o espectador também terá acesso a relatos em áudio de algumas dessas mulheres.

A exposição fotográfica conta ainda com o apoio institucional da Secretaria de Ressocialização do Estado de Pernambuco (SERES), Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Governo de Pernambuco e da Usina Cultural Energisa (Grupo Energisa).

Sobre Priscila Urpia:

Jornalista, fotógrafa, realizadora e produtora pernambucana. Na fotografia trabalha com o processo documental evidenciando as relações sociais. Entre os trabalhos estão o ensaio “As Ovelhas”, a exposição coletiva “Pernambuco Adentro-Retratos do Interior”. Atualmente é presidente da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos da Imprensa de Pernambuco (Arfoc – PE). No audiovisual atua como profissional independente (realização e produção), realiza curadorias e participou de júris de festivais de cinema de Pernambuco e da Paraíba. Integra a Associação Brasileira de Documentaristas (ABD/APECI), o coletivo feminista Mulheres no Audiovisual PE (MAPE) e o Movimento CineRuaPE.

SERVIÇO:

Exposição fotográfica Ovelhas
Abertura: 18 de janeiro | 19h
Visitação: 19 de janeiro a 18 de fevereiro | Segunda a sexta, das 7h30 às 20h | Sábado e domingo das 13h30 às 17h30
Local: Usina Cultural Energisa – Galeria Alexandre Filho: Rua João Bernardo de Albuquerque, 243 – Tambiá, João Pessoa – PB
Gratuito

< voltar para home