Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Exposição fotográfica ‘Ovelhas’ entra em cartaz na Casa da Cultura

Mostra da jornalista pernambucana Priscila Urpia retrata mulheres infratoras da Colônia Penal Feminina do Recife

Mulheres infratoras da Colônia Penal Feminina do Recife (CPFR), mais conhecida popularmente como “Bom Pastor” são retratadas na exposição fotográfica “Ovelhas” da fotógrafa e jornalista pernambucana Priscila Urpia. O dia a dia das reeducandas que vivem na unidade prisional é retratado na mostra exposta na Casa da Cultura Luiz Gonzaga, centro do Recife. A abertura da exposição acontece esta quinta- feira (13), às 18h. A curadoria é do fotógrafo Elvio Luiz dos Santos.

Divulgação

Divulgação

Mostra Ovelhas é atração no equipamento cultural até 31 de dezembro 

Em sua primeira exposição individual a artista evidencia um olhar humano sobre as mulheres que fazem do cárcere uma oportunidade de recomeço. Resultado de quatro anos de pesquisa no Bom Pastor, a iniciativa já rendeu um ensaio fotográfico intitulado As Ovelhas, no ano de 2014. Na exposição Ovelhas, além das 24 fotos, o expectador também terá acesso a relatos em áudio de algumas mulheres em conflito com a lei e audiodescrição integral das imagens expostas para o acesso aos deficientes visuais.

“O ser feminino desempenha vários papéis sociais, como o de esposa, mãe, trabalhadora, cidadã, entre outros. Qualquer atitude que infrinja esses padrões sociais de comportamento e civis é condenada. Algumas mulheres quando decidem enveredar pelo mundo do crime acabam desafiando esses padrões de conduta moral, sendo assim desconfiguradas à condição social e moral de cidadã, perdendo funções”, detalha a fotógrafa sobre sua experiência com as reeducandas.

Sobre a escolha da Casa Cultura para receber a exposição no Recife a artista ressalta que o local dialoga com a concepção do projeto. “Idealizei um espaço que tivesse uma relação com confinamento, para que as pessoas possam fazer a correlação com as reeducandas e com o Bom Pastor. A Casa da Cultura, antiga Casa de Detenção do Recife, que permaneceu por mais de um século como a mais importante penitenciária de Pernambuco é um equipamento cultural de resistência e com histórias importantes”, explica. A Colônia Penal Feminina do Recife foi o primeiro local do Recife a receber a Ovelhas.

A exposição fotográfica Ovelhas conta com incentivo do Funcultura/Fundarpe, Secretaria de Cultura do Governo do Estado de Pernambuco e com o apoio institucional da Secretaria de Ressocialização do Estado de Pernambuco (SERES), Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Governo de Pernambuco, da Fundarpe, e da Casa da Cultura Luiz Gonzaga. Entre as cidades que já receberam a exposição, estão João Pessoa (PB), Taquaritinga do Norte (PE), São Paulo (SP) e Olinda.

Verner Brenan _ Divulgação

Verner Brenan _ Divulgação

A fotógrafa Priscila Urpia 

Sobre Priscila Urpia

Graduada em Comunicação Social – Jornalismo cursa especialização em Estudos Cinematográficos na Unicap. É assessora de imprensa e de comunicação, fotógrafa documental, produtora, realizadora, curadora e cineclubista. Realiza assessorias de imprensa e curadorias de festivais, mostras e projetos de cinema, além de participar de júris de diversos festivais/mostras do país. Integra a diretoria colegiada da Associação Brasileira de Documentaristas de Pernambuco / Associação Pernambucana de Cineastas (ABD/APECI), da Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos da Imprensa de Pernambuco (ARFOC PE) do Movimento CineRuaPE. Atualmente trabalha com o projeto Ovelhas, exposição fotográfica que retrata o universo de mulheres encarceradas da Colônia Penal Feminina do Recife (Bom Pastor) e em seu primeiro livro, Relatos de Ovelhas.

SERVIÇO:
Exposição fotográfica Ovelhas
Abertura: 13 de dezembro | 18h
Visitação: 14 a 31 de dezembro de 2018 | Segunda a sexta das 9h às 19h; Sábados das 9h às 18h; Domingos das 9h às 14h
Casa da Cultura Luiz Gonzaga / Sala Jota Soares (Raio Sul): Rua Floriano Peixoto, S/N – Santo Antônio, Recife – PE(81) 3184 3152
Gratuito

< voltar para home