Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Exposição “Pernambuco: Cultura, História e Mar” percorre quatro cidades pernambucanas

Mostra integra as atividades prévias da 8ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, promovida pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, que começa na próxima segunda-feira (17)

Miguel Igreja/Divulgação

Miguel Igreja/Divulgação

Exposição usa os bikebanners para circular pelas ruas

A exposição Pernambuco, Cultura, História e Mar, do fotógrafo Miguel Igreja, que já percorreu o País com sua galeria móvel, chega nesta semana aos municípios de Brejo da Madre de Deus (14), Caruaru (16), Paudalho (18) e Igarassu (21). Com imagens que refletem as riquezas naturais e culturais de Pernambuco, como o Carnaval e ícones do Patrimônio Histórico e Imaterial do Estado, a mostra itinerante, incentivada pelo Funcultura, circulará pelas cidades, graças às bikebanners (bicicletas utilizadas para publicidade). “É uma galeria que se desloca até as pessoas. Como formulei a exposição para Rio+20, a mostra apresenta/discute alguns conceitos de sustentabilidade através da arte, da estética, da cultura e da história do povo pernambucano, inspirados nos valores que regem a Carta da Terra“, disse Igreja. O projeto integra as atividades da 8ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, promovida pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, que começa na próxima segunda-feira (17).

A primeira versão do projeto teve uma receptividade super calorosa durante a Conferência Mundial para Sustentabilidade, Rio+20, que aconteceu em junho de 2012, no Rio de Janeiro. “Numa ação inédita, totalmente sustentável, que encantou milhares de pessoas que frequentaram a Cúpula dos Povos e as praias do Leme e Copacabana, a experiência culminou numa aprendizagem coletiva com estímulo ao uso de mídias sustentáveis e novas tecnologias para o fomento da arte e da educação ambiental como meios que levam a transformação”, conta o fotográfo, que, em consonância com as ideias da Rio+20, utilizava QR’s codes para compartilhar as imagens da exposição com o público do evento.

Elielma Santos/Divulgação

O público pode interagir com as imagens do projeto

Sobre sua participação na 8ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, Miguel destacou o uso das fotografias no registro e na preservação dos bens materiais e imateriais de nossa cultura. “Na exposição, a imagem é utilizada como ferramenta de salvaguarda de todo o acervo histórico, cultural e natural pernambucano. Além disso, é uma forma das pessoas levarem e divulgarem ‘a cara’ de Pernambuco para o resto do mundo”, contou.

Além da RIO+20, a exposição ficou em cartaz na 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, em julho de 2013. O fotógrafo também levou o projeto para a Fliporto 2012, em Olinda, com a exposição da Galeria Móvel Sustentável na EcoFliporto, na Praça do Carmo, onde acontece a festa literária. Desde a Rio+20, um catálogo vem sendo compartilhado, via QR Code, evitando o uso de papel.

Serviço
Exposição “Pernambuco: Cultura, História e Mar”.
De 14 a 21/8
Itinerância pelas cidades de Brejo da Madre de Deus (14), Caruaru (16), Paudalho (18) e Igarassu (21)

< voltar para home