Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Fadas Magrinhas sobem ao palco do Santa Isabel

Apresentação integra a turnê nacional, realizada com o incentivo do Funcultura/ Governo de Pernambuco.

fadas_magrinhas

As Fadas Magrinhas, dupla formada pelas irmãs gêmeas Lulu e Aninha Araújo, sobem ao palco do Teatro de Santa Isabel neste sábado (05/06), em duas apresentações – 15h e 16h30 – com repertório de músicas infantis gravadas no primeiro CD. A seleção tem frevo, forró e caboclinho, sem deixar de fora composições de referências nacionais como Hélio Ziskind e Palavra Cantada.  O grupo Fadas Magrinhas surgiu há cincos anos em Pernambuco, a partir da vontade das irmãs, musicistas e educadoras, em criar um projeto musical que tivesse um cuidado em envolver o público infantil sem subestimar a inteligência das crianças. O show no Recife integra a turnê nacional, que contempla Belo Horizonte, Fortaleza, Rio de Janeiro e São Paulo.  O projeto de circulação tem o incentivo do Funcultura.

Para o Recife, as Fadas Magrinhas prepararam um espetáculo com muita música, dança e brincadeiras e lançam cenário especialmente criado pelo Coletivo Eu Passarinho para a ocasião. “Desde o início pensamos em trazer outras linguagens para o show. Com a chegada da turnê, esse é o momento perfeito para apresentarmos essas novidades ao público”, diz Lulu.

O ator e escritor Luciano Pontes assina a direção do espetáculo, Bianca Moreno as coreografias, Gilu Amaral os arranjos de percussão. A banda é formada pelos músicos Publius Lentulus, Hugo Linns e Ricardo Fraga, também responsáveis pelos arranjos musicais.

MÚSICAS – No show, serão apresentadas músicas do primeiro CD das Fadas Magrinhas, produzido por Juliano Holanda, com direção musical de Hugo Linns, gravado no Estúdio Carranca com as participações de mais outros notáveis instrumentistas como Gilú, Publius Lentulus, Paulo Rafael e Lucas dos Prazeres. Ao lado do time de músicos, as Fadas contaram com as participações  especiais do músico Naná Vasconcelos, Chico César e Marcelo Jeneci respectivamente nas faixas “Fadas Magrinhas”, composta por Adriano Salhab, “Coroa não é Cocar” e “Só eu Sou eu”.

No repertório do disco, as Fadas Magrinhas cantam e tocam em 13 faixas que possuem diferentes temas e que foram criadas em várias épocas. Em cada música há um tema central diferente, seja sobre os hábitos indígenas, sono, relações socias, silêncio e o comportamento das crianças e dos bebês. Pelo envolvimento das duas com a área de educação e arte, o projeto tem uma preocupação extra em lidar com o público infantil sem “infantilizar” este mesmo público. Inspiradas em discos como “A Arca de Noé”, de Vinicius de Moraes, os trabalhos do Palavra Cantada, Helio Ziskind e da Banda Mirim, Aninha e Lulu trabalham com o imaginário das crianças mostrando ainda a elas o universo mágico da cultura nordestina.

Serviço
Show das Fadas Magrinhas
Sábado (05/06)
Horários: 15h e 16h30
Local: Teatro de Santa Isabel – Praça da República, s/n, Santo Antônio, Recife.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada) – Vendas no Teatro de Santa Isabel (33553322), Zepelim Brinquedos Educativos da Rua da Hora, Espinheiro (3241-6991), Vila 7 na Avenida Rui Barbosa, Graças e do Shopping Recife. (3326-3818)

< voltar para home