Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Festival de Teatro do Agreste segue até o dia 29 com sessões em Caruaru e Recife

Evento conta com incentivo do Governo de Pernambuco, por meio do Funcultura

Aldren Lincoln

 Aldren Lincoln

Africanidade é o tema desta 27ª edição do Festival. Imagem do espetáculo ‘Amesa’. 

Com informações da Assessoria 

Caruaru e novamente o Recife, quase que simultaneamente e sempre com entrada franca, vão poder apreciar teatro da melhor qualidade, e de caráter internacional, tendo como norte o tema da “Africanidade”. O 27º FETEAG (Festival de Teatro do Agreste), realizado pelo grupo Teatro Experimental de Arte (TEA), vai acontecer nas duas cidades, de 14 e 29 deste mês de outubro, oferecendo espetáculos de Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, Alagoas e São Paulo, mas também provocações cênicas que chegam da Alemanha, Suíça, Itália e, especialmente, da África. A programação também conta com palestra, workshop, debates, seminário e oficinas gratuitas, e ocupará não só casas de espetáculos, mas também espaços alternativos, como casas e apartamentos residenciais, salões e associações de moradores de bairros periféricos e de distritos da Zona Rural de Caruaru. Se em 2016 o Festival propôs para as escolhas da grade o tema “Corpos Fluídos”, abordando os limites entre teatro, dança e performance, desta vez, toda a relação cultural herdada por nós da África permeia esta 27ª edição.

Preconceitos, identidade, branquitude/negritude, ancestralidade e história são alguns dos assuntos em pauta nas peças e discussões programadas, como explica o produtor executivo do FETEAG, Fábio Pascoal, também à frente da curadoria do evento (aqui, junto a Marianne Consentino). “O tema deste ano, Africanidade, trata da herança cultural negra presente na nossa sociedade, como uma das bases da formação do Brasil como Nação. O evento busca abordar temas complexos como preconceito e identidade, através dos espetáculos selecionados e dos debates promovidos. Tudo vem na perspectiva de problematizar tais questões, pois primeiramente somos um festival de teatro. Queremos é romper ‘caixinhas’ e discutir, fugindo do patrulhamento ideológico”, lembra ele. A cada edição do Festival, um recorte temático curatorial específico é traçado, sempre apostando em questões contemporâneas. O racismo, claro, tem sido assunto mais do que significativo para estes tempos tão obscuros.

Júnior Aragão

Júnior Aragão

O espetáculo africano ‘Black Off’ está na programação 

São 36 anos desde a primeira edição do FETEAG, em 1981, já que o Festival passou alguns anos sem poder ser realizado por falta de parcerias. Em 2017, o 27º FETEAG conta com patrocínio da Prefeitura de Caruaru, incentivo do Governo de Pernambuco / Funcultura e apoio da Caixa Econômica Federal, Goethe Institut (Alemanha), Prohelvetia (Suíça), Institut François (França), SESC Pernambuco e Prefeitura do Recife. “Manter este festival é um ideal de vida que vai além da nossa vontade. E o que nos move é realmente a persistência, pois nada é fácil. Precisamos a cada edição começar do zero. Por isso levantamos a bandeira da criação de uma agenda de festivais para Pernambuco, pois é preciso reconhecer a importância deles na promoção da cultura no Estado”, lembra Fábio Pascoal.

Além de toda a programação ser gratuita, tanto no Recife quanto em Caruaru, alunos de escolas da rede municipal de ensino da capital do Agreste serão levados a apreciar as peças infantojuvenis da programação, na Mostra Estudantil de Espetáculos. O evento conta ainda com a Mostra Nacional/Internacional de Espetáculos Adultos (inclusive com sessões descentralizadas por bairros e Zona Rural de Caruaru), e um seminário sobre o tema Africanidades, Cultura e Resistência, que acontecerá em diversos espaços da cidade de Caruaru, além de palestra e de workshop na UFPE (Recife). Os ingressos para os espetáculos nas duas cidades devem ser retirados na bilheteria dos teatros a partir de 1h antes de cada sessão, mas é possível fazer reserva de entrada para a Mostra Profissional pelo site www.feteag.com.br. As inscrições para participar especificamente do espetáculo Brasil Em Casa: Home Visit Caruaru também devem ser feitas antecipadamente pelo site.

FETEAG 2017
Resistir! Ao completar 36 anos de existência, nada mais coerente e oportuno do que falarmos de resistência. Resistir sempre, esse é o motivo de nossa fé, contra os modelos que nos encaixotam, que empobrecem as relações e que estimulam e sistematizam as segregações e os preconceitos. Vivemos tempos difíceis, em que o Brasil atravessa uma grande crise ética, política, financeira e social. Mas também um momento oportuno para se construir novas relações pautadas no respeito às diferenças e no reconhecimento histórico das desigualdades. Nesse contexto, o FETEAG apresenta em sua edição 2017 o tema “Africanidade”, em diálogo com as inquietações que mobilizam nossa sociedade. Pautar um assunto tão complexo e visceral como esse requer coragem para tocar em nossos próprios preconceitos e desafiar nossos limites de compreensão da dor do outro e de cada um. “Africanidade” também é uma reverência à ancestralidade presente na nossa formação, com toda a sua potência, beleza e alegria.

Confira a PROGRAMAÇÃO

< voltar para home