Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Governo de Pernambuco contempla 50 projetos culturais no 5º Edital do Funcultura da Música

Distribuído em nove categorias, a quinta edição do edital injetará mais de R$ 4 milhões na cadeia produtiva do Estado

O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), anuncia, nesta terça-feira (30), o resultado final do 5º Edital do Programa de Fomento à Produção em Música de Pernambuco – Funcultura 2020/2021.

Destinada à seleção de projetos culturais oriundos da produção independente da cadeia musical pernambucana, em sua quinta edição, a iniciativa contemplou 50 propostas, divididas em nove categorias: Circulação (9); Festivais (6); Gravação (9); Produtos e Conteúdos (8); Economia da Cultura (4); Manutenção de Bandas de Música (Filarmônicas), Escolas de Bandas de Música e Corais (2); Difusão da Rede de Equipamentos do Estado (3); Formação e Capacitação em Música (6); Pesquisa Cultural em Música (3). O valor total dos projetos aprovados somam R$ 4,16 milhões, que passarão a ser injetados na cadeia produtiva da música, a partir do próximo ano. Clique aqui e confira a lista dos projetos aprovados.

“O Funcultura é o principal mecanismo de fomento e difusão da produção cultural no Estado. Não à toa, se somarmos todos os editais do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura, contamos com cerca de R$ 37 milhões destinados exclusivamente à cultura. Seu modelo de gestão compartilhada entre o poder público e entidades da sociedade civil que representam a classe artística, confere a cada nova edição um caráter mais democrático, plural e transparente ao processo de seleção dos projetos que são aprovados”, diz o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto.

REGIONALIZAÇÃO -  Na edição do edital 2020-2021, o Funcultura passou a prever cotas de aprovação regionalizada, política que demonstrou-se eficaz para a desconcentração regional do fomento e incentivo à cultura em todo o Estado. Reunindo todos os projetos aprovados no resultado final dessa quinta edição, 56% foram propostos por produtores oriundos do interior. Segundo o superintendente em exercício do Funcultura, Mário Jarbas Lima, “com esse resultado, é possível afirmar que a distribuição territorial das aprovações foi desconcentrada, considerando que aproximadamente 45% da população do Estado está na RMR, e considerando também que 70% da demanda concentra-se nessa região”.

DIVERSIDADE E ACESSIBILIDADE - A diversidade racial e de gênero também foi destaque no resultado do 5º Edital do Funcultura da Música. 74% (37) dos projetos aprovados foram propostos por pessoas autodeclaradas negras. Já no recorte de gênero, 54% (27) das iniciativas contempladas foram apresentadas por mulheres. Vale destacar ainda que 92% dos projetos contemplados (46) apresentam, ao menos, uma estratégia de acessibilidade comunicacional voltada para pessoas com deficiência.

“Como sempre estamos em diálogo com a sociedade civil, é natural que os editais do Funcultura absorvam e materializem as demandas de grupos e segmentos que, historicamente, nem sempre foram contemplados pelos recursos das leis de incentivo à cultura. O nosso papel, enquanto gestão pública, é ouvir as reinvindicações e criar mecanismos para que cada vez mais pessoas possam acessar, produzir e fazer circular sua produção cultural”, ressalta Canuto.

Clique aqui e confira o resultado final do 5º Edital do Funcultura da Música.

Clique aqui e confira o resultados dos recursos apresentados.

Clique aqui e confira todos os documentos relacionados ao 5º Edital do Funcultura da Música.

< voltar para home