Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Igrejas seculares em Olinda ganham painéis táteis com informações para pessoas com deficiência

Projeto visa inclusão social no acesso a informações turísticas acerca dos templos

Divulgação

Divulgação

Igreja da Sé foi uma das igrejas escolhidas, ao lado da greja de São Bento, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja da Misericórdia, Igreja do Amparo e Igreja de São Francisco

Seis Igrejas seculares localizadas no município de Olinda ganharam painéis táteis com informações turísticas acerca dos templos frequentados por moradores locais, visitantes e turistas. A entrega e instalação dos painéis foi realizada no última dia 3 de dezembro, Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, e contou com a presença do Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. O projeto, iniciativa do Olinda Além do Olhar, permite a implementação de informações em braile, audiodescrição (com o auxílio de QR Code) e pictolibras.

A ação contemplou igrejas históricas entre as mais visitadas de Olinda, a exemplo da Igreja de São Bento, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja da Misericórdia, Igreja do Amparo, Igreja de São Francisco e da Catedral do Alto da Sé. O Olinda Além do Olhar é uma ação desenvolvida pela Id Inclusão e Design, que atua no desenvolvimento de projetos de acessibilidade, e contou com incentivo do Governo de Pernambuco, por meio do Funcultura.

“No Brasil, são cerca de 6,5 e 9 milhões de cidadãos, respectivamente, pessoas cegas, surdas ou com acuidade visual e auditiva diminuídas (Censo 2010 do IBGE) que são reiteradamente negligenciados nos mais diversos níveis comunicacionais. O projeto tem como maior objetivo demonstrar que, através de ações simples e com o emprego de tecnologias e recursos adequados, é possível inserir este público no convívio sociocultural e  transformar em prática comum conceitos de inclusão social”, comenta Giovana Caldas, que coordena a iniciativa ao lado de Klesley Bastos.

Além dos templos de Olinda, o projeto promoveu ações de acessibilidade em vários outros equipamentos turísticos e culturais da Região Metropolitana do Recife. As iniciativas contemplaram mapas táteis (Casa da Cultura e Centro de Artesanato de Pernambuco), maquetes táteis (Torre Malakof, Alepe e Memorial da Justiça) e sinais gráficos em Libras. Olinda Além do Olhar também atua nas redes sociais, compartilhando conteúdo visual sobre os equipamentos, ações de acessibilidade e a execução dos projetos.

< voltar para home