Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Livro destaca o uso da arte em edifícios recifenses

"Edifício Recife/ Recife Edifice", de Bárbara Wagner e Benjamin Burca, reúne imagens de esculturas e depoimentos de porteiros de condomínios da capital pernambucana. O material tem incentivo do Funcultura e é lançado nesta quarta-feira, na Galeria Amparo 60.

Divulgação

Divulgação

Bárbara Wagner e Benjamin Burca são os autores do livro “Edifício Recife/ Recife Edifice”

Por Camila Estephania

O fotógrafo alemão Benjamin Burca havia chegado há pouco tempo no Recife quando, em seus passeios de ônibus, observou que os grandes prédios da cidade contavam com uma escultura próxima a sua entrada. Intrigado pelo emprego dado a arte, ele passou a visitar os edifícios para registrar as peças ao lado da jornalista e também fotógrafa Bárbara Wagner, brasiliense radicada no Recife, que tentava filtrar informações sobre os trabalhos com os porteiros dos condomínios. Não demorou para que a dupla percebesse que a catalogação das peças associada aos depoimentos dos porteiros traçava um importante panorama não só sobre as artes plásticas no Recife, como também a sua relação com a população.

A pesquisa se tornou pública em 2013, quando se tornou a exposição “Edíficio Recife”, que estreou no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Agora, o trabalho ganha o formato de livro, sob o título “Edíficio Recife/ Recife Edifice”, que tem lançamento nesta quinta-feira, às 18h, na Galeria Amparo 60. “O trabalho da gente é documental, é o artista prestando serviço para o poder público, porque a gente documenta a aplicação da lei (Lei Municipal nº 7.427/61), sugerida por Abelardo da Hora, de que todo prédio com mais de 1000m² deveria ter obrigação de ter uma escultura tridimensional”, explica Bárbara Wagner, sobre a publicação que tem apoio do Governo de Pernambuco, através do Funcultura, e distribuição no Brasil pela editora IKREK.

Reprodução

Reprodução

Livro conta com imagens de 66 esculturas de edifícios recifenses atreladas aos depoimentos dos porteiros de cada condomínio

Para além da catalogação de 66 obras instaladas em edifícios recifenses, o livro procura provocar o leitor a refletir sobre o papel da rua como espaço de arte e, principalmente, traçar um paralelo entre gosto e classe. “O que a gente acha bonito ou feio tem a ver com a nossa classe social. A maioria dos porteiros que participam do livro são homens negros e que moram em bairros mais simples onde não há a aplicabilidade dessa lei, por isso é um trabalho que fala sobre desigualdade. Há várias camadas de sentidos nele, o pessoal da arquitetura vai ver de um jeito, o da arte vai ver de outro, o público comum de outro”, explica Bárbara, ao esclarecer que não foi dito o nomes dos artistas que assinam as peças porque a intenção era fazer uma inversão dos papéis de autoridade ao dar a voz para os porteiros.

“Todos esses encontros foram bem surpreendente, cada um do seu jeito. Por mais que a gente tivesse um rigor científico, ele sempre era desafiado pelas possibilidades de cada situação, tanto pelo repertório de cada porteiro como também pelo espaço. Mas acho que a surpresa maior foi deles, porque não imaginavam que a gente ia querer ouvi-los falar sobre arte”, diz ela, que acredita que os porteiros assumem a posição de uma espécie de curador da escultura. Enquanto os moradores passam pelas peças, muitas vezes, sem percebê-las, os trabalhadores do prédio são as pessoas que cuidam da manutenção da estrutura.

Com imagens fotografadas em filmes de 35mm, o livro será vendido pelo valor de R$ 70 e estará disponível na galeria Amparo 60 e no site da IKREK. O lançamento contará com 66 edições especiais em que cada uma haverá a impressão de uma das fotos assinada. Fora do Brasil, o material será distribuído pela editora alemã König Books.

SERVIÇO:
Lançamento do livro “Edifício Recife/ Recife Edifice”, de Bábara Wagner e Bejamin Burca
Quando: Nesta quinta-feira, às 18h
Onde: Galeria Amparo 60 (Rua Artur Muniz, 82, sobrelojas salas 13 e 14 – Boa Viagem/Recife)
Preço do livro: R$ 70

Reprodução

Reprodução

Capa do livro “Edifício Recife/ Recife Edifice”

< voltar para home