Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Livro “O Dia em que a Morte Sambou” será lançado no Recife e em Olinda

Lançamento acontece neste domingo (27), na Livraria Cultura do Paço Alfândega, com apresentação de bonecos de sombra baseada na obra

Divulgação

Divulgação

Com incentivo do Funcultura, “O Dia que a morte sambou” é o terceira obra do casal voltado para o público infantojuvenil.

De acordo com o escritor egípcio radicado em Olinda, Habib Zahra, a partir do século 18, com o surgimento da literatura infantojuvenil enquanto gênero especializado e cada vez mais esterilizado, o assunto da morte, junto com outros temas julgados tabus, foi gradualmente excluído da vida das crianças, com o intuito de “protegê-las”. Na contramão dessa tendência, o escritor resolveu aproximar o tema da morte do universo infantil. No livro O Dia em que a morte sambou, que será lançado neste domingo (27), na Livraria Cultura do Paço Alfândega, ele oferece perspectivas não necessariamente novas, mas que resgatam outras abordagens sobre o inescapável tema.

O dia em que a Morte sambou é sobre Seu Biu, um velho brincante, ágil e sorridente, que não deixa nem a velhice e nem a morte acabarem com sua alegria. Com ilustrações em aquarela assinadas pela artista plástica espanhola Valeria Rey Soto, a obra é inspirada, em parte, na vivência do casal com os brincantes de maracatu rural e cavalo-marinho da Zona da Mata de Pernambuco.

Os autores vão aproveitar a ocasião para estrear o espetáculo teatral que montaram a partir do livro, com bonecos de sombra e uma trilha sonora executada ao vivo. Além disso, uma seleção das aquarelas que ilustram o livro estará em exposição, e ficará abrigada no mezanino da livraria até o dia 27 de dezembro.

Marina Mahmood

Marina Mahmood

Habib Zahra e Valéria Rey Soto estrearam no mundo da literatura infantojuvenil em 2012, com a fábula com “O Burro Errante”

 O dia em que a Morte sambou, também será lançado no domingo 11 de dezembro, às 17h, na galeria A Casa do Cachorro Preto, Olinda e no sábado 17 de dezembro, às 15h, na Biblioteca Comunitária Amigos da Leitura, Alto José Bonifácio. Em todas as ocasiões haverá apresentação da peça teatral homônima.

Nas grandes livrarias, o preço do livro  será de R$ 34,00. Porém, na Biblioteca Comunitária, para tornar o livro mais acessível aos moradores do bairro, será oferecido um desconto de 50%, podendo ser adquirido por  R$ 17,00. O livro também já está disponível na loja virtual dos autores por um preço especial.

Ana Olívia Godoy

Ana Olívia Godoy

Na ocasião dos lançamento, o autor vai estrear espetáculo de sombras baseado no livro

Sobre os autores – Biólogo de formação, Habib Zahra nasceu no Egito em 1980; a artista plástica Valeria Rey Soto, na Espanha, em 1982. Cresceram bem perto um do outro, com apenas as águas do Mar Mediterrâneo separando o litoral norte-africano da Península Ibérica. Só se conheceram, no entanto, um quarto de século depois, lá do outro lado do mundo, em uma cidade chamada Olinda, no Nordeste do Brasil. Logo se juntaram para explorar o imenso país onde se encontravam, seu litoral e seus interiores, seus rios e suas florestas, seu povo e suas tradições.

Estrearam no mundo da literatura infantojuvenil em 2012 com O Burro Errante, uma fábula inspirada pelas andanças de Habib e, em 2014, lançaram O último golpe do Lobo Mau. Ambos também trabalham com teatro.

Serviço

Lançamento de O dia em que a Morte sambou, de Habib Zahra e Valeria Rey Soto
Domingo (27/11), às 17h, na Livraria Cultura do Paço Alfândega (R. Me. Deus, S/n – Recife Antigo)
Domingo (11/12), às 17h, na galeria A Casa do Cachorro Preto, Olinda
Sábado (17/12), às 15h, na Biblioteca Comunitária Amigos da Leitura, Alto José Bonifácio

 

 

 

< voltar para home