Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Mais curtas pernambucanos na tela do Janela

"João Heleno dos Brito" e "Loja de Répteis" são exibidos em sessões, nesta quinta (30) e sexta-feira (31), no Janela Internacional de Cinema do Recife.

Cartaz de “João Heleno dos Brito”

Os curtas pernambucanos “Loja de Répteis”, de Pedro Severien, e “João Heleno dos Brito”, de Neco Tabosa, estreiam nesta quinta-feira (30), no Recife, dentro do 7º festival Janela Internacional de Cinema do Recife. “Loja de Répteis” é exibido, às 17h30, Cinema da Fundação, no programa  5 – Fantasmas V.2. Já “João Heleno dos Brito” ganha sessão no Cinema São Luiz, às 16h45, no programa 4 – Abram as cortinas. Os dois filmes contam com reprises na sexta-feira (31). Confira a programação de curtas com as sinopses AQUI.

“Loja de répteis” já teve estreia nacional no Kinoforum – Festival Internacional de Curtas de São Paulo e foi exibido  no Festival de Brasília, onde ganhou o prêmio de “Melhor direção de arte” para Juliano Dornelles. O curta de ficção conta com a atriz Maeve Jinkings (“O Som ao Redor” e “Amor, Plástico e Barulho”) como protagonista de uma história de horror. O roteiro é uma adaptação de um contro escrito pelo próprio Severien. Veja o making of do filme abaixo.

Já ”João Heleno dos Brito” é lançado nacionalmente no Recife. O filme foi rodado no interior pernambucano, nas cidades de Lagoa dos Gatos, Brejo da Madre de Deus e São Caetano. Apesar disso, conta uma história de um boato que surgiu em Caruaru durante a morte do Beatle John Lennon, em 1980. O elenco é formado por Tagore Suassuna, Harumi Harada, Daniel Araujo e Sóstenes Lennon Fonseca. Tagore e Daniel já são conhecidos no cenário artístico pernambucano, o primeiro é compositor e cantor, e o segundo é artista plástico. Escute as músicas da trilha sonora do filme AQUI.

Making of – Loja de Répteis from brunavalenca on Vimeo.

Os curtas estão competindo nas categorias melhor som, montagem, imagem e melhor filme. De Pernambuco, além de “João Heleno dos Brito” e “Loja de répteis”, participam da competição “História Natural”, de Júlio Cavani (prêmio de melhor som no Festival de Gramado), e “Noites traiçoeiras”, de João Lucas Melo Medeiros, já exibidos no Janela.

Tanto o festival quanto os quatro curtas pernambucanos selecionados tem o incentivo do Funcultura, do Governo de Pernambuco, o que mostra a importância do fundo público para a produção e difusão do cinema. O Janela é organizado pela CinemaScópio Produções Cinematográficas e Artísticas e conta com patrocínio da Petrobras, além do incentivo do governo estadual.

SERVIÇO
Loja de Répteis, de Pedro Severien
PE, 2014, 17′, cor, DCP
Sinopse: Aluisio ama a loja e seu animais. Cristina não vê a hora de vender o lugar.
Dia 30, às 17h30, no Cinema da Fundação
Dia 31, às 16h15, no Cine São Luiz

João Heleno dos Brito, de Neco Tabosa
PE, 2014, 20′, cor, DCP
Sinopse: Bang-bang, paz e amor.
Censura: 16 anos
Cinema São Luiz, 30/10 às 16h45
Cinema da Fundação, 31/10 às 16h

7º Janela Internacional de Cinema do Recife
De 24 de outubro a 2 de novembro
Local: 
Cinema São Luiz (Rua da Aurora, 175 – Boa Vista), Cinema da Fundação (Rua Henrique Dias 609 – Derby), Museu Cais do Sertão (Av. Alfredo Lisboa, S/N – Bairro do Recife) e Portomídia (Rua do Apolo, 181 – Bairro do Recife)
Valor dos ingressos: Sessão de curtas: R$ 1.
Informações: www.janeladecinema.com.br

< voltar para home