Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Museu da Abolição recebe a 4ª Mostra de Culinária de Terreiro de Pernambuco

Evento acontece de 28 a 30 de novembro, possuindo o incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura.

Sendo uma oportunidade para apreciar pratos originais das tradições do Candomblé, será iniciada a partir desta sexta-feira (28), no Museu da Abolição, a 4ª edição da Mostra da Culinária de Terreiro de Pernambuco. O evento, que é aberto ao público, reunirá até o domingo (30) o total de 13 casas de Candomblé, no intuito de também encerrar as comemorações do mês da Consciência Negra promovido pelo museu.

Divulgação

Divulgação

Arroz para Oxalá será um dos pratos disponíveis ao público durante a realização da mostra.

Entre as opções gastronômicas que o público encontrará durante o evento, estarão pratos como o caruru, o vatapá e o acarajé, feitos de forma ritualística para serem servidos aos orixás. Na noite de abertura, o público também irá conferir a realização de um xiré, ato religioso com cânticos sagrados em línguas africanas.

A organização do evento, que se trata de uma parceria da Aurora 21 e do Centro Cultural Afro Sítio de Pai Adão, estima que aproximadamente seis mil pessoas irão comparecer ao longo dos três dias da programação. A mostra também contará com dois espaços para interação dos visitantes com os terreiros: um para que o público aprenda como fazer a “comida de santo”; e outro para uma conversa com um Babalorixá e uma Iyalorixá sobre a cultura do Candomblé, seja sobre culinária ou não. Os dois espaços funcionarão nos dias 29 e 30 às 18h.

Divulgação

Divulgação

A calda de goiaba para Oxum também estará na mostra.

A 4ª Mostra da Culinária de Terreiro de Pernambuco conta com o incentivo do Governo de Pernambuco para a sua realização, através do Funcultura.

SERVIÇO:
4ª Mostra de Culinária de Terreiro de Pernambuco
Exposição para o público: de 28 a 30 de novembro – sexta, abertura às 19h, com a realização de um xiré (ato religioso com cânticos sagrados em línguas africanas) e sábado e domingo das 16h às 21h.
No Museu da Abolição, Rua Benfica, 1150 – Madalena, Recife-PE;
Entrada franca

< voltar para home