Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Na Ponta do PÉ, projeto de conteúdo sobre dança pernambucana, completa sete anos no ar

O site de notícias, idealizado pela jornalista e bailarina Maíra Passos, já soma mais de 500 publicações sobre as produções de dança em Pernambuco. A iniciativa conta com incentivo do Funcultura

Paulo Romão/Divulgação

Paulo Romão/Divulgação

A bailarina e jornalista Maíra Passos é quem comanda o site

Na Ponta do PÉ, pra ver a dança de PE. Com o PÉ em maiúsculo, referenciando nossa pernambucanidade, surgiu o napontadope.com, site de notícias sobre a dança pernambucana, que completa 7 anos no ar. Idealizado pela jornalista e bailarina Maíra Passos, o projeto de jornalismo cultural nasceu com a ideia de mostrar a diversidade de passos que Pernambuco (e mundo afora) abraça. Pioneiro no estado como veículo de comunicação online especializado em informar sobre o universo da dança, já soma mais de 500 publicações.

Com foco principal nas criações e passos dos pernambucanos, Na Ponta do PÉ traz a pluralidade dos estilos praticados no estado valorizar essa arte em Pernambuco. Na pauta, vários estilos de dança, como dança popular, balé clássico, dança contemporânea, jazz, dança moderna, dança de salão, hip hop, dança do ventre, flamenco e pole dance. Há ainda série de reportagens especiais e entrevistas exclusivas com personalidades da dança pernambucana, além de matérias sobre festivais, mostras, cursos e espetáculos de dança realizados em Pernambuco.

Lançado no final de 2012 de forma voluntária para incentivar a dança no Estado, o site recebeu o primeiro incentivo em 2017. Neste ano, comemora nova aprovação Funcultura, mantido pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE/Fundarpe, tendo o projeto em execução referente ao edital 2018/19. “Pensei em criar o site para proporcionar um espaço de divulgação gratuita, através de mídia espontânea, para os profissionais de dança. Como danço desde criança, percebia que a maioria não tinha como investir em ações de marketing. Queria chegar junto, ser acessível, dar voz à dança local”, recorda Maíra.

Ao longo desses 7 anos, a jornalista conta que o conteúdo do site foi sendo construído com a ajuda da comunidade de dança. “Logo quando lancei, meus colegas da dança já começaram a me mandar ideias, pedir ajuda para divulgar espetáculos. Um foi contando para o outro e, hoje, recebo sugestões de dança de várias cidades de Pernambuco. Isso é muito legal. Tanto que comecei a precisar de reforço para produzir mais conteúdo, que torna-se mais viável com o incentivo financeiro do Funcultura”.

Assim, atualmente, Na Ponta do PÉ conta também com as jornalistas Fabiana Almeida e Aline Antunes na produção de conteúdo. “A ideia é dar cada vez mais espaço para a dança, sempre buscando interagir com as novas mídias e sociedade”, diz Maíra Passos. E para promover a inclusão na comunicação, a nova atualização do site conta com a plataforma VLibras, que traduz o português para Libras instantemente com um avatar animado. “Também incluímos o Audima, que transforma os textos das nossas páginas do site em áudio. Assim, tornamos nosso conteúdo acessível para mais pessoas”, explica a idealizadora do projeto.

As sugestões de pauta sobre dança (ou projeto de arte integrada que também inclua dança) podem ser enviadas para redacao@napontadope.com. Nas redes sociais, Na Ponta do PÉ está no Instagram (@canalnapontadope), Facebook (facebook.com/canalnapontadope) e Youtube (youtube.com/napontadope). Mais: www.napontadope.com.

A IDEALIZAÇÃO – “Antes de escolher o jornalismo como profissão, a dança já fazia parte da minha essência. Ainda criança, aos 9 anos, tive o primeiro contato com a arte que mostraria a melhor forma de me conectar com as pessoas (e comigo mesma). Sendo dança, qualquer estilo sempre me fascinou fácil. Nos últimos 23 anos, experimentei jazz, dança contemporânea, dança moderna, balé clássico, dança de salão, hip hop e dança popular. Atualmente, faço parte da Criart Cia. de Dança, em Olinda, que faz uma leitura contemporânea da dança popular”, conta Maíra.

Assim, por acabar tendo uma visão do cenário local no palco e na plateia, a jornalista percebeu que a dança pernambucana merecia mais destaque e reconhecimento para continuar criando novos passos. “Então, tive a ideia de unir duas paixões: a dança e a vontade de compartilhar histórias importantes”, recorda Maíra, pernambucana e formada em jornalismo, desde 2008. De lá para cá, passou por veículos de comunicação (jornal, revista e online) e atuou na área de assessoria de comunicação. Atualmente, além de Na Ponta do PÉ, realiza trabalhos de produção de conteúdo e assessoria de imprensa na Maíra Passos Comunicação.

Serviço
Na Ponta do Pé
O QUÊ? Site de notícias de dança em Pernambuco
SITE: www.napontadope.com
CONTATO: redacao@napontadope.com
INSTAGRAM: @canalnapontadope
FACEBOOK: facebook.com/canalnapontadope
YOUTUBE: youtube.com/napontadope

< voltar para home