Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

NOTA DE ESCLARECIMENTO – Participação da Fundarpe no 2º Seminário do Funcultura

Ao contrário do que foi noticiado nesta última sexta-feira (21), a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), por meio da Superintendência de Gestão do Funcultura (SUGEF), vem a público reafirmar o seu interesse em participar e colaborar com a programação do 2º Seminário do Funcultura, evento virtual que tem sido organizado de maneira independente pelos membros do Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco (CEPC-PE). Por oportuno, vale destacar que a Fundarpe não solicitou em nenhum momento, seja por meio formal ou informal, o desligamento das atividades previstas para acontecer entre os próximos dias 24 e 30 de janeiro. Pelo contrário, o que houve, por parte da Fundarpe, foi uma sugestão ao CEPC-PE de uma nova data que atendesse melhor às demandas, bem como a sistematização dos dados solicitados pelos conselheiros aos gestores do Funcultura.

Ao longo dos 20 anos de existência do Funcultura, a Fundarpe sempre manteve um diálogo estreito, contínuo e democrático com os mais diversos segmentos artísticos e culturais do Estado, em especial, com os que mantêm assento e representação no CEPC-PE. Graças a uma série de escutas com a sociedade civil, feita anteriormente pela gestão estadual em vários encontros, conferências, seminários, debates e mesas-redondas que já percorreram todas as regiões de Pernambuco, foi possível aperfeiçoar ano a ano o modelo de gestão dos editais do Fundo, que é reconhecidamente um dos maiores e mais respeitados do país.

Como a Fundarpe sempre esteve à frente da concepção, organização e produção de outros eventos relacionados ao aprimoramento do Funcultura, havia conhecimento, por parte da gestão, de que o CEPC-PE organizaria um seminário para apresentar propostas de melhorias aos editais do Fundo, em 2022. Até então, sabia-se da intenção de promover o encontro, mas não havia cronograma, formatos, temas e conteúdos definidos. No último dia 13 de janeiro de 2022 (15 dias antes das datas previstas para realização do 2º Seminário do Funcultura), por meio do Ofício Nº 4/2022, os gestores da Fundarpe e da SUGEF foram surpreendidos com uma “convocação” para participarem do evento, agendado para começar no dia 24 de janeiro, sem que houvesse qualquer acerto ou definição prévia a respeito da programação.

Grande parte dos debates previstos na programação do evento tem como base os dados e as informações solicitadas pelo CEPC-PE ao Funcultura, por meio do Ofício Nº 3/2022. Tais dados referem-se ao histórico de inscrições, habilitações e aprovações dos projetos nos editais do Fundo, incluindo-se aí recortes regionais, raciais e de gênero. No entanto, a disponibilização das informações solicitadas dependem da compilação, uniformização, estruturação e tratamento do banco dados, que reúne informações de aproximadamente nove mil projetos (considerando as inscrições recebidas entre 2019 e 2021, em todos os editais do Funcultura). Só depois de finalizado o tratamento desses dados, é que serão gerados os relatórios quantitativos e as análises qualitativas das informações coletadas. Os arquivos já estão em processo de preparação e deverão ficar disponíveis ao público até o dia 4 de fevereiro de 2022.

O pedido de adiamento do seminário, bem como as razões explicitadas acima foram apresentadas pessoalmente ao presidente do CEPC-PE, o Sr. Jocimar Gonçalves, numa reunião realizada na última quarta-feira (19), na sede da Fundarpe. Diante das ponderações já pontuadas, o diretor-presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, e os gestores do Funcultura, representado por Aline Oliveira e Mário Jarbas, solicitaram o reagendamento do evento para a primeira quinzena de março.

A proposta de mudança de calendário tem como intuito viabilizar a finalização do tratamento dos dados que guiarão o seminário. Uma vez concluído o processamento desses arquivos, os representantes da Fundarpe e do Funcultura poderão apresentar com mais clareza e objetividade as informações solicitadas pelo CEPC-PE, sem que haja prejuízo à concretização do objetivo final do evento, uma vez que os próximos editais, que eventualmente absorverão os aperfeiçoamentos propostos durante o seminário, têm previsão de serem publicados no final de 2022, entre os meses de novembro e dezembro.

Por fim, a Fundarpe e o Funcultura reiteram o interesse em contribuir com os relatórios de execução dos seus editais, com os debates e produção do seminário, colocando-se, como de costume, à disposição para o diálogo.

Recife, 22 de janeiro de 2022.

Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe)
Superintendência de Gestão do Funcultura (SUGEF)

< voltar para home