Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Ópera “Il Maledetto” será encenada no Teatro de Santa Isabel

Diego Cruz/Divulgação

Diego Cruz/Divulgação

“Il Maledetto” é uma obra do pernambucano Euclides Fonseca (1853-1929)

Depois de mais de um ano e meio longe dos palcos por causa da pandemia de Covid-19, os cantores, músicos, bailarinos, produtores, figurinistas e toda a produção da Gárgula Produções e da Academia de Ópera e Repertório e Sinfonieta da UFPE voltam, entre os dias 2 e 5 de dezembro, ao Teatro de Santa Isabel, com o espetáculo “Il Maledetto” (O maldito), do pernambucano Euclides Fonseca (1853-1929), numa grande, inédita e histórica montagem.

As apresentações, que conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Funcultura, terão o aspecto histórico como tônica, já que o espetáculo só foi possível graças a um árduo trabalho de restauração das partituras coordenado pelo maestro Wendell Ketlle. O espetáculo começará com um prólogo, “A Descoberta do Brasil”, que será seguido pelo drama bíblico em um ato “Il Maledetto”, também composto por Fonseca, em 1906, e que conta a história dos irmãos Caim e Abel.

Participam ainda desta segunda peça bailarinos, coro, cantores e, como convidado, o ator Arilson Lopes, que faz um curto monólogo de abertura da peça. Como Caim, o tenor Lucas Melo, o contratenor Franz Ribeiro como Abel, a soprano Jéssica Soares como Adah, e o baixo-barítono Rodrigo Cruz como Adão.

A versão apresentada desta passagem do Livro do Gênesis será bastante diferente do que o público pode esperar, pois a concepção dos espaços e dos figurinos não seguem o imaginário do antigo, explica o diretor de Artes Visuais, Marcondes Lima. “O cenário não é aquele que remete a construções que geralmente vemos de passagens da Bíblia. O cenário é uma espécie de limbo, onde cantores, atores e bailarinos se deparam com referências da cultura judaico-cristã em inúmeros detalhes que vão do figurino à maquiagem, passando pelos elementos cênicos”, diz Lima.

Resgate histórico
Euclides Fonseca (1854-1929), foi o primeiro pernambucano a compor ópera no Estado. Il Maledetto é a segunda peça dele resgatada, restaurada, orquestrada e montada pela Academia de Ópera e Repertório, Sinfonieta UFPE e a Gárgula Produções, através de um trabalho minucioso e dedicado do maestro Wendell Ketlle. A primeira foi Leonor, exibida em março de 2019 no Teatro de Santa Isabel.

Os manuscritos foram cedidos pela biblioteca do Instituto Ricardo Brennand e, em cima deles, foram criadas as orquestrações. “É com muita alegria e empenho e que estamos nos dedicando ao resgate histórico do repertório operístico pernambucano, tanto no que diz respeito à restauração das partituras das obras quanto ao fato de trazer suas montagens para o público atual”, diz Ketlle.

Serviço
Ópera “Il Maledetto”
Quando: 2 a 4 de dezembro – sessões: 18h30 e 20h | 5 de dezembro – sessões 17h e 18h30
Ingressos: R$ 60 (inteira) R$ 30 (meia-entrada)
Onde: Teatro de Santa Isabel (Praça da República, 233 – Santo Antônio, Recife – PE)
Os ingressos serão vendidos na bilheteria e via PIX.
Informações pelo WhatsApp: 81 8534-9068.

< voltar para home