Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Pedro Américo lança livro “Coisas – poemas etc”

Escritor irá apresentar sua obra em diversos eventos, incluindo recital, sessão de autógrafos e conversa com o público.

Socorro Nunes

Escrevo
cotidianamente
o meu romance
único múltiplo

da minha inteira
ambulante
imprevidente

despedaçada
fábula de vida

Esse é um dos poemas do mais novo livro do pernambucano Pedro Américo Farias, que há mais de 30 anos atua no cenário cultural do estado, sempre escrevendo, criando eventos, realizando palestras e oficinas de vocalização de poemas. O lançamento de “Coisas – poemas etc” acontece com uma série de eventos. O primeiro deles será nesta terça-feira (29/09), às 19h, no Teatro Arraial, na Boa Vista, Recife. Na ocasião, Pedro Américo juntamente com as poetas Adélia Coelho (Flô) e Renata Santana farão um recital com poemas do livro. Após o recital, haverá sessão de autógrafos no hall do teatro.  O acesso é gratuito, aberto ao público interessado. O evento contará com intérprete de Libras, garantindo acessibilidade ao público surdo. O livro será vendido ao preço popular de R$ 10,00.

A publicação do livro e os eventos são realizações de Linguaraz Editor (dirigida pelo autor), com parceria da produtora Nós Pós e incentivo do Funcultura, Fundarpe, Secult-PE, Governo de Pernambuco. A produção executiva do projeto é do produtor Alexandre Melo.

Pedro Américo também já tem agenda marcada para apresentar a obra na Bienal do Livro de Pernambuco: dia 10 de outubro, às 16h, no Centro de Convenções. No dia 24 de outubro o autor realiza bate-papo sobre seus poemas na Biblioteca Multicultural Nascedouro, no bairro de Peixinhos, em Olinda. E no mês de novembro, em data ainda a confirmar, será a vez do Cepoma, em Brasília Teimosa, zona Sul do Recife.

OBRA – De acordo com o autor, “Coisas – poemas etc” reúne uma variada produção de textos longos, médios, curtos e curtíssimos. Os poemas, longe de serem panfletos de denúncia, revestem-se, por um lado, de uma moldura estética; por outro, primam pela ideia de que a criação poética visa, sim, um objetivo de efeito social: contribuir para a formação de uma sensibilidade aberta à fruição da expressão artística e questionadora da opressão contra os seres vivos, não apenas os humanos, quaisquer que sejam as formas pelas quais esta opressão se manifeste.

Sua poesia se caracteriza por constante e inquieta busca de linguagens, tendo por princípio estético o encontro entre a riqueza da língua e as expressões extraídas das diversas dicções poéticas. Não reconhece em nenhum segmento social ou acadêmico o direito ao domínio das linguagens literárias. Considera tal pretensão como tentativa de reserva de mercado. Como ele mesmo diz, “nenhuma palavra pode sofrer interdição por suspeita de não ser poética. Não poética é a censura”. E completa: “Os caminhos da arte são, sobretudo, veredas de um grande sertão, cujos caminhantes têm a liberdade de andar a qualquer hora, à sombra da noite ou sob o sol, dançando, cantando, pulando, correndo, assobiando. A arte tem muitos assentos”.

No livro consta um alerta sobre “contraindicações”
A leitura deste livro não é recomendável a pessoa porta-dora de alergia a ideias heterodoxas e devota de doutrinas estéticas. Caso alguém o esteja lendo e observe sintomas de tontura, dispneia, suores noturnos ou crises de insuficiência respiratória, cardíaca, hepática, deve suspender a leitura – imediatamente – e buscar ajuda médica. Leia com moderação.

SERVIÇO

Lançamento do livro “Coisas – Poemas etc.”, de Pedro Américo de Farias
Livro será vendido por R$ 10,00.

Dia 29/09/2015, às 19h
Recital (com intérprete de Libras) e sessão de autógrafos
Teatro Arraial (Rua da Aurora, 457, Boa Vista – Recife/PE)
Aberto ao público

Dia 10/10/2015, às 16h
Recital (com intérprete de Libras) e sessão de autógrafos
Bienal do Livro de Pernambuco
Centro de Convenções – Recife/PE
Aberto ao público

Dia 19/10/2015, às 19h
Recital, bate-papo e sessão de autógrafos
Biblioteca IF de Ouricuri
Aberto ao público

Dia 24/10/2015, às 16h
Bate papo e sessão de autógrafos
Biblioteca Multicultural Nascedouro
Av. Jardim Brasília, 275, Peixinhos – Recife/PE
Aberto ao público

< voltar para home