Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Produções de comunidades ribeirinhas do São Francisco estão em cartaz, em Petrolina

Divulgação

Divulgação

Os filmes serão exibidos no Cine River

Está em cartaz desde esta última quinta-feira (26), no Cine River, em Petrolina, filmes produzidos por comunidades ribeirinhas da região. As películas “Jamakaru”, “Rio Mar”, “A Menina da Ilha”, “O Menino que Tinha Medo do Rio” e “Cantigas, o Sertão e suas Danças”, marcam mais uma ação do “Cinema no Interior – Edição Especial Velho Chico”, evento que conta com incentivo do Governo do Estado, por meio dos recursos do Funcultura. A venda dos ingressos será feita na bilheteria do Cine River.

Com o auxílio de oficinas formativas oferecidas pelo projeto, os ribeirinhos dos municípios de Cabrobó, Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Petrolândia e Petrolina participaram do processo de realização dos filmes, como por exemplo a elaboração do roteiro, produção e a composição do elenco.

As obras destacam a mitologia que envolve o Rio São Francisco e também as questões ambientais. A protagonista do curta-metragem “A Menina da Ilha”, Cecília Myrelle, relata que participar da produção de um filme é incrível e estar no cinema pela primeira vez assistindo a um filme que ela protagoniza, é fascinante.

“Nunca imaginei que a Ilha de São Félix, no interior de Orocó, seria o cenário para um filme e que eu, após participar das oficinas fui selecionada protagonista do filme, estou fascinada. Eu aprendi muito, só tenho que agradecer ao Marcos e a toda a equipe de professores desse projeto que nos ensinou e nos deu a oportunidade que eu nunca pensei na minha vida que iria me ver numa tela de cinema”, declarou Cecília.

A difusão do patrimônio cultural das cidades ribeirinhas sanfranciscanas e o incentivo na realização de novos projetos audiovisuais para a região estão entre os objetivos do Festival. O idealizador e diretor geral do Cinema no Interior, Marcos Carvalho, ressalta que é uma ação histórica para o cinema nacional ter filmes de curta metragem expostos nas salas do cinema.

“Prestigiar produções genuinamente locais que valorizam o patrimônio material e imaterial ribeirinho sanfranciscano por meio de filmes que expressam valor artístico, cultural e histórico é uma oportunidade incrível para a população do Vale, além de ser um marco histórico ter filmes de curta-metragem exibidos em grande estilo nas salas do cinema em Petrolina”, diz Marcos.

Os filmes permanecerão em cartaz até o próximo dia 1º de janeiro de 2020, sempre às 13h30. Está previsto para todas as sessões, um momento de “bate papo descontraído” com o idealizador do Cinema no Interior, alguns atores, personagens dos filmes e o público presente, que na ocasião será contemplado também com o sorteio de alguns brindes do projeto.

“Cinema no Interior – Edição Especial Velho Chico”
O “Cinema no Interior – Edição Especial Velho Chico”, produzido pela Mont Serrat Filmes, tem incentivo do Fundo Setorial do Audiovisual, através do edital Festivais SAV/Minc/2018, da Secretaria do Audiovisual (SAV), Agência Nacional do Cinema (ANCINE) e do Funcultura, através do XI Edital de Fomento ao Audiovisual do Estado de Pernambuco.

O projeto conta ainda com a parceria do Festival Internacional de Cinema de Contis (França), Rede Orient Cinemas, TV Grande Rio, Nobile Suítes Del Rio Petrolina e das Prefeituras Municipais de Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Cabrobó, Petrolândia e o apoio do população ribeirinha. Programação completa em: www.cinemanointerior.com.br

< voltar para home