Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Profissão das parteiras ganha exposição aberta ao público em Goiana

A partir desta quinta (5), será montada na Praça do Carmo (Frei Caneca), em Goiana, a mostra “Parteiras – Um Mundo Pelas Mãos”, a qual retrata o ofício destas mulheres através de fotografias

Eduardo Queiroga/Diversão

“Parteiras – Um Mundo Pelas Mãos” é um dos desdobramentos gerados pelo inventário coletado para o Processo de Registro dos Saberes e Práticas das Parteiras Tradicionais como Patrimônio Cultural do Brasil, aberto em 2011

Nesta quinta-feira, 5 de maio, comemorou-se o Dia Internacional da Parteira, uma das profissões mais antigas da humanidade, também conhecida popularmente como mães de umbigo, comadres, madrinhas ou cachimbeiras. Para celebrar esta data, o Instituto Nômades dará sequência ao projeto de exposição fotográfica itinerante Parteiras – Um Mundo Pelas Mãos. A mostra, que está montada na Praça do Carmo (Frei Caneca), em Goiana, é um grande varal com imagens que retratam o ofício das parteiras. Os registros são de autoria do fotógrafo pernambucano Eduardo Queiroga. O projeto foi incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura, e é um produto de alguns anos de pesquisa, quando as imagens das parteiras e seus ofícios foram capturadas por Queiroga. A exposição ficará aberta ao público até 11 de maio, das 9h às 17h.

Parteiras – Um Mundo Pelas Mãos é um dos desdobramentos gerados pelo inventário coletado para o Processo de Registro dos Saberes e Práticas das Parteiras Tradicionais como Patrimônio Cultural do Brasil, aberto em 2011. No dia 13 de abril deste ano, a solicitação foi reavaliada e julgada pertinente pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Este trabalho foi realizado em conjunto entre o Instituto Nômades, junto ao Grupo Curumim, Associação de Parteiras Tradicionais de Caruaru e Associação de Parteiras Tradicionais e Hospitalares de Jaboatão dos Guararapes.

A mostra conta com fotos impressas em tecido no formato 100 x 150 cm expostas em um grande varal, sempre montado em um lugar de referência para as parteiras

A mostra conta com fotos impressas em tecido no formato 100 x 150 cm expostas em um grande varal, sempre montado em um lugar de referência para as parteiras

Parteiras – Um Mundo Pelas Mãos conta com fotos impressas em tecido no formato 100 x 150 cm expostas em um grande varal, sempre montado em um lugar de referência para as parteiras. “O conceito passa por algo muito presente no cotidiano do ofício: o pano. Ele, que costuma estar nos varais, nos quartos, faz, muitas vezes, papel de porta ou de divisórias nas casas, também acolhe o recém-nascido e abriga as mães”, explica o fotógrafo Eduardo Queiroga.

Além de promover esta mostra, o projeto deixará uma espécie de exemplar do trabalho em cada um dos municípios visitados. A intenção é possibilitar a multiplicação e a continuidade da proposta em escolas, bibliotecas e outros espaços culturais através de um de acervo que será doado a cada local, com fotos impressas em papel fotográfico com suporte em PVC.

Parteiras - Um Mundo Pelas Mãos. Foto Eduardo Queiroga (1)
A exposição ainda prevê a promoção de uma oficina de troca de saberes com a participação de parteiras tradicionais, estudantes e profissionais das áreas de saúde, educação e cultura. “A ideia é tornar mais ativa a participação das parteiras tanto na montagem e envolvimento com as exposições, como também por meio de oficinas de trocas de saberes, fomentando o empoderamento e o reconhecimento das parteiras como representantes de um importante bem do nosso patrimônio imaterial”, explica Dan Gayoso, coordenadora do Instituto Nômades.

Serviço
Exposição Parteiras – Um Mundo Pelas Mãos
Abertura na Quinta (5) | 17h
Visitação até 11 de maio, das 9h às 17h
Praça do Carmo (Praça Frei Caneca), Centro, Goiana
Gratuito

< voltar para home