Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Programação do Trema!Festival está de volta aos palcos pernambucanos

Celebrando 10 anos de existência, o Trema!Festival, que tem se configurando como um dos principais eventos cênicos do país, tendo na bagagem a participação de mais de 40 grupos de várias partes do mundo, retorna aos palcos pernambucanos. Foram três anos de pausa resultantes da falta de recursos e não aprovação em editais de fomento e depois veio à pandemia. Nesta edição comemorativa, o evento, que nos anos anteriores teve os ingressos esgotados, aposta mais uma vez numa curadoria que responde fortemente aos difíceis tempos enfrentados pelo setor cultural no país. Será uma espécie de réquiem para um festival que muitos pensaram estar morto, unindo, de forma presencial, artistas vindos do México, Chile e Portugal. Graças ao incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Funcultura, a produção teve um novo fôlego para expandir e descentralizar as ações para as cidades de Olinda, Limoeiro e Surubim, as duas últimas localizadas no Agreste do Estado.

A programação contempla uma dupla jornada, dividida em Lado A – que estreia no próximo dia 19 e segue até 24 de abril; e Lado B, que vai de 26 de abril a 1º de maio, ocupando os teatros Apolo-Hermilo, Marco Camarotti (Sesc Santo Amaro), Teatro Luiz Mendonça (Parque Dona Lindu), Galpão das Artes (Limoeiro), Reduto Coletivo (Surubim), Caverna Coletivo (Olinda) e ruas das cidades. Todas duas fazem parte da mesma edição. Ao todo, serão 27 espetáculos nacionais e internacionais, atividades formativas, conversas e lançamentos de publicações. A programação completa e a venda de ingressos nacionais e internacionais pode ser acessada no site: www.tremafestival.com.br.

Os espetáculos locais e as atividades formativas serão oferecidos de forma gratuita para à população. Já as apresentações nacionais e internacionais possuem valores democráticos de R$ 20 inteira e R$ 10 para o público com direito a meia-entrada. Além disso, 10% dos ingressos serão disponibilizados para alunos de escolas públicas de todo o Estado como forma de potencializar ainda mais o caráter democrático que rege o evento. Os espetáculos locais terão distribuição de ingressos sempre 1h antes das sessões.

“Por ser um evento respeitado pela crítica especializada, a curadoria do Trema! Festival aposta em projetos ousados, de forte experimentação estética e com temas urgentes que regem o nosso país”, aponta Pedro Vilela, organizador do evento. Nesta edição, haverão espetáculos referendados internacionalmente como é o caso da recente estreia na França, de “Encantado”, da coreógrafa carioca, Lia Rodrigues, que marca a abertura do Festival no dia 19, às 20h30, no Teatro Luiz Mendonça (Parque Dona Lindu). A coreógrafa é uma das principais artistas brasileiras da atualidade e nos últimos meses, o espetáculo também cumpriu uma curta temporada em São Paulo. Vale ressaltar que as apresentações da abertura serão gratuitas.

Outras referências são para os dois espetáculos dos mexicanos do coletivo Lagartijas Tiradas al Sol, “Tijuana” e “Vera Cruz”, que serão apresentados no dia 22 e 23 de abril, respectivamente, no Teatro Apolo, bairro do Recife.

A CRL-Central Elétrica (Circolando), uma das mais emblemáticas companhias de dança portuguesa retorna ao Trema! com “Feedback”, nos dias 29 e 30 de abril, às 19hs, no Teatro Hermilo Borba Filho. Destacam-se ainda, “Altamira 2042″, solo da atriz Gabriela Carneiro da Cunha, que terá dupla sessão nos dias 26 de abril, às 18h e às 20h30, no Teatro Marco Camarotti, em Santo Amaro; e o retorno de Renata Carvalho ao Festival com o seu “Manifesto Transpofágico”, que será exibido nos dias 30 de abril e 1º de maio, às 18hs, no Teatro Luiz Mendonça, em Boa Viagem.

Outros destaques na programação são a presença do dramaturgo chileno, Alexis Moreno, integrante do Teatro La María, um dos principais grupos do país que irá ministrar o workshop de dramaturgia “Cinco aproximações a uma cena”,, nos dias 27 e 29 de abril, às 10hs e 13hs, respectivamente, no Centro Cultural Benfica, na Madalena; e a “Oficina teatral para pessoas trans e travestis”, guiada pelas cearenses Noá Bonoba, atriz e travesti, e pela multiartista trans não-binário, Marín, que será realizada no dia 26 de abril e 1 de maio, às 14hs e às 17hs, respectivamente, no mesmo local.

Além deles, Vilela volta o olhar para a produção cênica produzida no país, para além do eixo Rio-São Paulo. Nesse contexto, fazem parte desta programação o reconhecido grupo natalense, Gira Dança, que integra bailarinos com e sem deficiência física que vão apresentar o espetáculo “Bando: dança que ninguém quer ver”, no dia 20 de abril, às 20hs30; ou ainda a revelação do teatro cearense, o coletivo No barraco da Constância Tem!, em jornada dupla com “Mystura Tropycal”, no dia 29 de abril, às 20h30, no Teatro Apolo, e “Delirantes e Malsãs”, no dia 30 de abril, às 16hs, no Parque Dona Lindu. No âmbito da programação local, destacam-se as estreias de “Poema” (na imagem acima), obra de Edjalma Freitas/Cia do Ator NU; r”e_Luzir”, solo de Marconi Bispo; e “Solo Fértil”, obra de Ludmila Pessoa.

Vale lembrar que o Trema! Festival é exclusivo para vacinados. Todo o público, equipe e artistas devem estar com o esquema vacinal completo contra a covid-19. Dessa maneira, na entrada, será exigida do espectador a apresentação obrigatória do certificado digital de comprovação das vacinas ou o cartão físico junto com o documento original de identificação. Programação completa: www.tremafestival.com.br.

< voltar para home