Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Projeto Azougue promove sambada com os Maracatus Águia Formosa e Cambinda Brasileira

Com incentivo do Funcultura, encontro acontecerá neste sábado (30/11), às 20h, no Centro de Tracunhaém. O evento é gratuito e aberto ao público

Jan Ribeiro/Secult-PE

Jan Ribeiro/Secult-PE

Brincadeira será comandada pelos mestres Adriano e Veronildo e ainda terá como atrações a Ciranda Bela Rosa do Mestre Bi e o som do DJ Azougue, projeto de Maciel Salú

O Projeto Azougue promoverá uma sambada com o Águia Formosa e o Cambinda Brasileira, o maracatu rural mais antigo em atividade ininterrupta no País, neste sábado (30/11), às 20h, no Centro de Tracunhaém, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. A brincadeira será comandada pelos mestres Adriano e Veronildo e ainda terá como atrações a Ciranda Bela Rosa do Mestre Bi e o som do DJ Azougue, projeto de Maciel Salú. Além deste evento, a ação, coordenada pelo Mestre Maciel Salú, realizará outras quatro atividades até o ano que vem.

A iniciativa tem o objetivo de cuidar da manutenção e estruturação do Águia Formosa como entidade cultural, e faz referência à atuação do grupo como organismo social atuante na Zona da Mata Norte de Pernambuco. A manutenção do Maracatu Rural Águia Formosa está sendo possível graças ao incentivo do Governo de Pernambuco, por meio do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura).

José Carbonel/Divulgação

José Carbonel/Divulgação

Segundo Maciel Salú, uma das propostas do Projeto Azougue é de manter viva a tradição das sambadas dos maracatus da Zona da Mata Norte

Segundo Maciel Salú, uma das propostas do Projeto Azougue é de manter viva a tradição das sambadas dos maracatus da Zona da Mata Norte. “A sambada de maracatu é muito forte. E tenho visto cada vez mais jovens interessados. Muita gente não faz ideia, mas em muitos eventos, reunimos entre quatro, cinco mil pessoas. E isso é uma prova do quanto a nossa cultura é importante. Todos que fazem parte ficam muitos felizes com a realização e com esse apoio e incentivo do Funcultura”, explica o coordenador da iniciativa.

Por isso, o Projeto Azougue, realizado pelo Maracatu Águia Formosa, traz o Cambinda Brasileira, que foi fundado em 1918, no Engenho Cumbe, em Nazaré da Mata, onde permanece até hoje. “Essa participação é muto importante por este ser o mais antigo em atividade. E, para mim, tem um motivo a mais, pois este foi um dos primeiros maracatus em que o meu pai, o Mestre Salustiano, começou a brincar como o personagem Catita. Além disso, vamos promover o repasse da tradição dos mestres da velha guarda para a nova geração. Temos muitos envolvidos, cantando, dançando, tocando instrumentos. Muitos mestres novos estão surgindo e é preciso essa troca com quem já está há mais tempo nessa luta”, conta Maciel Salú.

O Projeto Azougue ainda promoverá, pela primeira vez da iniciativa, que chega à sua quarta edição, uma Oficina de Cavalo Marinho, além do Encontro de Mestres e Poetas da Mata Norte, Curso de Iniciação Musical – Prática em Conjunto, e quatro Rodas de diálogo com o tema “Brincando com os Mestres – uma vivência com quem faz do brinquedo sua missão”, que serão realizadas em diferentes escolas de Tracunhaém. Todas as atividades são gratuitas.

Serviço:
Projeto Azougue
Sambada dos Maracatus Águia Formosa e Cambinda Brasileira, Ciranda Bela Rosa do Mestre Bi e DJ Azougue
Sábado (30), às 20h
Centro de Tracunhaém (R. Padre João Ribeiro)
Gratuito

< voltar para home