Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Projeto fotográfico ‘Verde Concreto’ mostra relações entre a vegetação e as ocupações urbanas

Pesquisa de produção fotográfica para desenvolvimento de projetos autorais com abordagens contemporâneas.

Verde concreto é uma pesquisa fotográfica multimídia e de documentação experimental sobre as relações de existência entre as árvores, folhagens, troncos, áreas verdes e as ruas, avenidas, muros, edifícios, monumentos, praças, parques e ocupações urbanas, em sua presença original e no resultado das intervenções realizadas pelo homem, durante o processo de urbanização da cidade do Recife.

Durante os últimos dois anos, o fotógrafo Gil Vicente desenvolveu o projeto, que resultou no site www.verdeconcreto.com.br. Contemplada pelo Funcultura em 2015, a página apresenta mais de 50 imagens produzidas dispostas em galerias temáticas, e que são por vezes acompanhadas de anotações, criando uma espécie de diário que dialoga e conduz a narrativa com o espectador, com observações sobre as situações retratadas. Todas as fotos da pesquisa tem audiodescrição. Na abordagem contemporânea, ainda foram feitos 5 filmes experimentais em timelapse, que é um processo fotográfico de compressão do tempo através de tomadas de longa duração. Os filmes são sonorizados e possuem legendas.

A pesquisa teve orientação do fotógrafo pernambucano Fred Jordão, que resume um pouco do seu resultado: “as fotografias de Gil obedecem uma lógica metodológica da fotografia construída. Com montagens de vários planos, Verde Concreto projeta uma nova realidade observada em dípticos, trípticos e múltiplos, ampliando a nossa visão em dimensões extras de distâncias, alturas, lados, alterando a percepção de nossos planos focais em busca de uma imagem original, complexa e complementar” e ainda complementa, “nos filmes em timelapse, processo onde um largo período de tempo é filmado e depois montado de forma a parecer um ‘tempo acelerado’, Gil Vicente usa este recurso não só como passagem rápida do tempo, mas também para nos transportar da periferia ao centro, em um rito de passagem cotidiano entre o rural e o urbano”.

Outra demanda que o projeto pretende colocar em prática, e que está sendo trabalhada desde o início da concepção do site, é que os moradores ou visitantes da cidade do Recife possam mandar suas próprias fotos das árvores do Recife, iniciando assim a criação de um banco de imagem sobre o assunto e que é objetivo complementar do projeto. Para esta demanda, foi criada no site um página específica onde os internautas têm as orientações de como mandar sua foto, que será recebida e posteriormente adicionada ao site e postada no Instagram (que está em fase de implementação).

< voltar para home