Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Projeto “Quem é o Mestre?” tem lançamento nesta sexta-feira (8)

Apresentação concebida pelos artistas Iara Sales, Sérgio Andrade e Tonlin Cheng investiga a origem da soberania nas relações socioculturais. O projeto tem incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura.

Anette Carla Alencar

Divulgação

A apresentação tem o formato de uma “palestra performada”

Por Camila Estephania

Intrigados pela necessidade de hierarquização da sociedade até mesmo nas atividades da cultura popular, os artistas Iara Sales, Sérgio Andrade e Tonlin Cheng conceberam o projeto de pesquisa e criação “Quem é o Mestre?” com a proposta de explorar as relações de poder em diferentes áreas da atuação humana. Com incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura, o trabalho deu origem a “palestra performada” de mesmo nome, que será lançado no Recife nesta sexta-feira (8), às 19h, no Espaço Ceça.

O start foi essa percepção de que até na cultura popular, há muito essa busca por alguém que manda, como é o caso do mestre do cavalo marinho, da capoeira, do maracatu. Esse questionamento foi se desdobrando para como se faz a legitimação desse mestre, porque há todo um ritual aí. Fomos pesquisando isso e chegamos ao texto de Jaques Derrida, que traz isso para o campo da política e fala sobre soberanias individuais e do corpo”, explica Tonlin, sobre o processo de amadurecimento da apresentação, que também teve como matéria-prima a leitura de outros teóricos políticos, como Thomas Hobbes, Carl Schmitt e Nicolau Maquiável.

Anette Carla Alencar

Divulgação

O projeto explora dança, texto e corporalidade de ideias extraídas de leituras de teóricos como Hobbes, Derrida e Schmitt.

Nesses textos, não nos apegamos tanto à soberania de Estado, mas eles nos ajudaram a destrinchar o modus operandi dela. O que tange à cultura popular é mais ou menos o que Hobbes e Derrida falavam da uma maneira de operar que passasse pelo medo, pela alteridade. Por isso, a gente não buscou essa caricatura direta da cultura popular, a gente quis buscar essa relação que é anterior”, justifica Tonlin, que, ao lado dos colegas de projeto, busca trazer as ideias defendidas pelos autores para a corporalidade, já que, muitas vezes, as referências usadas para moralizar o ser humano são características divinas e animais. “São figuras idealizadas, porque não sabemos como é a coragem de um leão, por exemplo”, observa.

Os experimentos resultantes do projeto foram apresentados pela primeira vez, em dezembro de 2017, no seminário A Besta e o Soberano, do Festival Atos de Fala, no Centro Municipal Hélio Oiticica, no Rio de Janeiro. O título do seminário foi inspirado no último curso de Jacques Derrida, homônimo, uma das referências estudadas na pesquisa de “Quem é o Mestre?”. Apesar de trazer algumas mudanças em relação a essa primeira apresentação, o trio manteve o formato de “palestra performada”.

Anette Carla Alencar

Divulgação

O “Videodança”, produzido pelo trio, também será exibido durante o evento.

Fizemos alterações justamente porque é uma pesquisa, o estudo é progressivo. A política só existe, porque existe o verbo, por isso fizemos uma simbiose entre dança, texto e corporalidade. É quase uma instalação-performance-palestra. Ainda haverá continuidade do processo de pesquisa para talvez se tornar um espetáculo de estrutura mais fechada”, adianta Tonlin, que trabalha em conjunto com Sérgio Andrade e Iara Sales desde 2009, quando os conheceu durante as experiências do Grupo CoMteMpu’s, de Salvador.

Durante a pesquisa, os três também produziram o “Videodança”, que também será exibido na ocasião como parte da apresentação. “Ele ajuda a criar uma ambiência para a questão do medo, que é um grande ponto para essa performance”, esclarece Tonlin sobre o artifício que conta com a participação da Cia Etc. O evento também contará com o lançamento do livro “Performar Debates: LabCrítica no Festival Panorama e outras dobras”, de Sérgio Andrade e Silvia Chalub (Org).

SERVIÇO
Lançamento da apresentação “Quem é o Mestre?”
Quando: Nesta sexta-feira (8), das 19h às 22h
Onde: Espaço Ceça (Avenida Manoel Borba, 339 – Boa Vista)
Entrada gratuita

< voltar para home