Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Recifest anuncia programação completa

Festival de cinema voltado para o público LGBTTT acontece de 22 a 26 de outubro, no Cinema São Luiz, com longas, curtas, oficinas e debate

Com informações da assessoria de imprensa

Divulgação

Divulgação

O longa cearense “Doce amianto”, de Guto Parente e Uirá dos Reis, encerra o festival

O longa cearense “Doce amianto”, de Guto Parente e Uirá dos Reis, encerra o festival
Muito além do meio entretenimento, e também lugar para refletir, discutir e celebrar a pluralidade no âmbito da vida humana, o cinema também abre espaço para mostrar na tela uma das nuances mais flagrantes dos nossos tempos: a sexualidade em todas as suas matizes. Por isso, o Cinema São Luiz (Boa Vista), recebe, de 22 a 26 de outubro, a primeira edição do Recifest – Festival de Cinema da Diversidade Sexual. O evento, que tem incentivo do Governo do Estado – por meio do Funcultura – é uma realização da Associação Cultural Bondosa Terra, em associação com a jornalista e cineasta Clara Angélica. Totalmente dedicado à temática LGBTTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), o Recifest trará um total de 47 curtas e dois longas-metragens em sua programação, além de oficinas e debate. Nesta sua estreia, o festival renderá homenagens ao ator e produtor Rutílio de Oliveira (1959-2012), idealizador do Recifest, e ao coletivo Angu de Teatro, que completa dez anos e fará o cerimonial do evento. Confira a programação do Recifest no site do evento: http://www.recifest.com.br/

O Recifest surge com a proposta fundamental de ser um espaço de discussão da pluralidade sexual no âmbito social e artístico, fazendo com que público do segmento se veja representando na tela do cinema sem caricaturas ou preconceito, mas também que possa despertar o interesse do público em geral, amantes do cinema. A programação segue essa linha de identificação com os LGBTTT. Abrindo e fechando a programação, dois longas: “Tudo o que Deus criou”, produção paraibana de André Costa Pinto, em que um jovem de 23 anos enfrenta um conflito de identidade; e “Doce amianto”, de Guto Parente e Uirá Reis, que conta a história de uma travesti que se sente abandonada por seu amor e encontra abrigo em sua amiga morta.

Os curtas serão divididos em mostras nacional/pernambucana e internacional. Nessa sessão estrangeira, filmes ainda inéditos na América do Sul. Em tela, as temáticas essenciais que representam os grandes desafios vividos pela comunidade LGBTTT, na busca por espaços mais justos, democráticos e igualitários no dia-a-dia social. A curadoria do Recifest é do realizador paulista Ricky Mastro (mostra nacional e internacional) e do produtor de cinema Alexandre Soares Taquary (mostra nacional e pernambucana). Os melhores curtas nacionais receberão troféus confeccionados pela artista plástica Xuruca Pacheco. A presidente da comissão julgadora é a cineasta Kátia Mesel.

Outras atividades
Além da sua programação de longas e curtas, o Recifest abrigará outras ações, como a palestra “Mídia e Diversidade Sexual”, que acontece no dia 25 de outubro, às 15h, no auditório da Fafire (Boa Vista), com a participação dos jornalistas Fabiana Moraes (repórter especial do Jornal do Commercio) e Diogo Carvalho (Blog LGBTudo / Diario de Pernambuco), do presidente da Associação dos Homens Trans, Leonardo Tenório e do coordenador do Centro Estadual de Combate à Homofobia, Rhemo Guedes. A mediação é do professor e crítico de cinema Alexandre Figueirôa.

Pela primeira vez vem ao Recife uma itinerância do Festival Diversidade em Animação – DIV.A, com 16 curtas de animação do stop-motion ao 3D, feitos em 11 países, programados pelo diretor de animação carioca Quiá Rodrigues. O festival acontece há cinco anos no Rio de Janeiro.

Também serão oferecidas oficinas, como “Documentando”, ministrada por Marlom Meirelles, que tem como foco o documentário como ferramenta de preservação e resgate da memória, e “Distribuição de curta-metragem”, que ensina o passo a passo para chegar a festivais nacionais e internacionais, ministrada por Ricky Mastro. São 20 vagas por oficina e as inscrições já foram encerradas. Elas acontecem de 23 a 25 de outubro, das 14h às 18h, na sede da TV Universitária.

Serviço
Recifest – Festival de Cinema da Diversidade Sexual
De 22 a 26 de outubro
Cinema São Luiz (Rua da Aurora, 175 – Boa Vista)
Entrada franca

< voltar para home