Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Revista Plaf discute quadrinhos na América Latina

Nova edição da revista impressa especializada em quadrinhos começa a ser vendida nesta semana. A inciativa conta com incentivo do Funcultura

plaf-5-capa-frente

A nova edição da revista Plaf traz em sua matéria de capa uma reportagem sobre os quadrinhos feitos na América Latina. O texto discute a aparente desconexão existente entre os mercados dos países do continente e de como isso está gradualmente mudando. A capa deste número é assinada pelo pernambucano Rogi Silva, autor de Pumi do Vulcão e Mergulhão. A publicação tem o incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos da Funcultura.

A Plaf n. 5 será lançada em duas lives com a presença dos editores e de artistas convidados. O primeiro encontro virtual acontece na próxima terça-feira (11 de maio), em uma live no Instagram com a presença de Cecília Arbolave, editora da Lote42, a quadrinista uruguaia Maco e o editor pernambucano Thiago Modenesi. O trio irá bater um papo sobre a produção latina e a relação entre autores e editores de quadrinhos nos países sulamericanos. O papo acontecerá pelo canal da revista O Grito! no YouTube e também pelo Instagram (@revistaplaf). A conversa começa às 19h.

A segunda live será no dia 19 de maio (quarta-feirra), também pelo Instagram e vai contar com a presença de Mariana Viana, do site Fora do Plástico. O papo será sobre a cobertura especializada em quadrinhos feita hoje no Brasil.

Essa nova edição da Plaf traz ainda uma entrevista com a quadrinista equatoriana-colombiana Powerpaola, autora de obras como QP e Vírus Tropical, dona de um estilo altamente pessoal e experimental. Temos ainda um ensaio sobre o apagamento histórico e o pioneirismo dos quadrinhos feitos por artistas negros e negras e uma matéria sobre a importância do quadrinho independente.

A revista resgata também a histórica passagem de Will Eisner pelo Recife. Nome seminal para o entendimento do quadrinho como uma arte gráfica artisticamente relevante, Eisner foi um dos convidados do saudoso Festival Internacional de Humor e Quadrinhos, que acontecia no Recife Antigo. A edição está recheada e tem também um perfil da letrista Lilian Mitsunaga; uma análise da primeira “Saga do Clone, história clássica do Homem-Aranha”; além do processo artístico na criação da HQ pernambucana “O Obscuro Fichário dos Artistas Mundanos”, finalista do prêmio Jabuti 2020.

E como é tradição, a Plaf traz quadrinhos inéditos criados especialmente para a edição. Neste número temos Rogi Silva (que também assina a capa), Puiupo, Jessica Groke, Talles Molina e Jarbas.

A Plaf é uma iniciativa da Revista O Grito!, de Recife, e é editada por Paulo Floro, Dandara Palankof e Carol Almeida, com edição de arte e diagramação de Erika Simona e Igor Colares. A publicação tem o incentivo do Funcultura – Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura, do Governo do Estado de Pernambuco e apoio da Cepe. A publicação tem 60 páginas coloridas, papel couché fosco 150g e acabamento envernizado na capa, papel couché fosco 90g no miolo, tamanho 21x28cm e custa R$ 20.

Site e loja - A revista Plaf agora também conta com um site totalmente novo, atualizado com matérias, edições anteriores para download gratuito e conteúdos exclusivos. A edição pode ser comprada diretamente no nosso site com envio para todo o país. Acesse: loja.revistaogrito.com. A Plaf também pode ser encontrada em várias comic-shops espalhadas pelo país.

< voltar para home