Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Fundarpe

Cinema São Luiz tem novo programador

Escolhido pela Fundarpe, órgão estadual que gerencia o equipamento, o jornalista e crítico cinematográfico Luiz Joaquim chega para dar continuidade ao trabalho de Geraldo Pinho, falecido em novembro passad

Osmário Marques/Divulgação

Osmário Marques/Divulgação

Luiz Joaquim tem uma longa trajetória dedicada ao cinema

O Cinema São Luiz, equipamento histórico que em 2022 completa 70 anos, tem um novo programador. A partir deste mês, o professor, jornalista e crítico cinematográfico Luiz Joaquim estará responsável pela escolha dos filmes a serem exibidos na sala de cinema mais charmosa do Estado. Ele, que já trabalhou na mesma função no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, também vai acumular a gestão do Museu da Imagem e do Som de Pernambuco (Mispe), cujo acervo encontra-se na Casa da Cultura.

Demonstrando entusiasmo com o convite feito pelo presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, Luiz Joaquim será apresentado à equipe do São Luiz nesta segunda-feira (10). “O tamanho da responsabilidade é proporcional a minha alegria em assumir essa nova função num dos templos não só do cinema nacional, como da arte brasileira. Vai ser algo ainda mais desafiador essa minha chegada aqui no São Luiz justamente quando o cinema completa 70 anos”, comentou ele, lembrando que o equipamento celebra sete décadas no próximo mês de setembro.

Luiz Joaquim complementa relembrando o antigo programador da sala, que nos deixou em novembro passado: “Não é o caso de substituir meu saudoso amigo Geraldo Pinho, uma figura tão querida e fundamental não só para minha formação pessoal como para a de algumas gerações de jovens e adultos do Estado. Eu venho para dar continuidade ao legado de formação de público que ele competentemente construiu. O Cinema São Luiz merece ser reconhecido por todo pernambucano como a casa do cinema brasileiro”.

Para o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, o convite veio pela importância do trabalho que Luiz Joaquim desenvolve no setor. “Foi algo natural pensar num nome como o dele, que tem muitos anos acumulados no Cinema da Fundação e tem o respeito da classe aqui em Pernambuco e no Brasil. Ficamos muito felizes por ele ter aceitado o convite”, declarou o gestor.

CURRÍCULO - Luiz Joaquim é jornalista e mestre em comunicação especializado em crítica cinematográfica. Foi repórter de cultura e crítico de cinema no Jornal do Commercio e na Folha de Pernambuco. Atuou na implantação do Cinema da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) em 1998, sendo convidado a coordenar e responder pela curadoria do espaço em 2001 ao lado de Kleber Mendonça Filho. Inaugurou em 2015 o Cinema do Museu da Fundaj, instituição onde ficou até 2017. No mesmo ano, foi convidado a coordenar o bacharelado em Cinema e Audiovisual do Centro Universitário Aeso Barros Melo (Olinda), onde ainda hoje leciona também no curso de Jornalismo. Na Universidade Católica de Pernambuco, integra o corpo docente da pós-graduação ‘Estudos Cinematográficos’ desde 2006. Luiz Joaquim é também autor dos livros “Celso Marconi: o senhor do tempo”(2020, CEPE) e “Cinema brasileiro nos jornais” (2018, Ed. Massangana).

< voltar para home