Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Fundarpe

“Outras Palavras” anuncia programação para o mês de junho

Cinco edições do projeto vão estimular interação de estudantes com cinema, teatro e cultura popular. O primeiro encontro é nesta quinta-feira (7), com sessão de cinema no Museu do Trem.

Rodrigo Ramos/Secult-PE

Rodrigo Ramos/Secult-PE

A coquista Dona Glorinha do Coco, um dos símbolos da cultura popular pernambucana, é uma das atrações do Outras Palavras neste mês

Por Marcus Iglesias

Durante o mês de junho, o Outras Palavras vai circular pela Região Metropolitana do Recife com outras cinco edições, desta vez promovendo uma interação entre estudantes de escolas públicas e outras linguagens artísticas além da literatura, como cinema, teatro, música e cultura popular. A maratona inicia já na próxima quinta-feira (7), às 14h, com uma sessão do Cine Estação, no Museu do Trem, e segue até o dia 19, com outros artistas previstos na programação, como a coquista Dona Glorinha do Coco.

“Nós podemos afirmar, sem medo de errar, que o Outras Palavras está consolidado enquanto política pública de integração entre a cultura e a educação. O retorno que recebemos dos gestores e professores revela um enorme impacto do projeto entre os estudantes que participaram das várias edições realizadas, tanto por iniciativa da Secult-PE e Fundarpe, em articulação com as Gerências Regionais de Educação e a Secretaria de Educação, como por solicitações de escolas e municípios”, opina Antonieta Trindade, vice-presidente da Fundarpe e gestora do projeto.

Rodrigo Ramos/Secult-PE

Rodrigo Ramos/Secult-PE

“Nós podemos afirmar, sem medo de errar, que o Outras Palavras está consolidado enquanto política pública de integração entre a cultura e a educação”, ressalta Antonieta Trindade, gestora do projeto

Na quinta (7), quarenta jovens da Escola Eurídice Cadaval, do Recife, vão conhecer de perto o Museu do Trem, um dos museus mais visitados de Pernambuco. Os jovens vão conferir também uma sessão do filme Janela Molhada  e, em seguida, conversar com Marcos Enrique Lopes, diretor do longa. “Recebemos com frequência a visita de grupos, e isso é essencial para a formação de novos públicos. E o Museu do Trem, na minha opinião, tem uma característica interessante porque mexe com a memória celular da sociedade. Crianças que nunca andaram de trem se empolgaram bastante vendo os carros e trilhos. Tem gente que chega aqui e chora de emoção. Não é à toa que em quatro anos recebemos mais de 100 mil visitas”, opina Márcio Almeida, gestor do equipamento cultural.

A segunda edição prevista está marcada para o Dia dos Namorados, no dia 12 de junho, às 8h, na EREM Prof. Benedito da Cunha Melo, em Jaboatão dos Guararapes. Na ocasião, a conversa com os estudantes será feita pelo escritor Marcelo Mário Melo e o cantor Lucas Oliveira, que também é professor e pesquisador da cultura popular e da música de cantadeiras e cantadores do Brasil.

Jan Ribeiro/Secult-PE

Jan Ribeiro/Secult-PE

Na próxima quinta-feira (7), quarentas alunos da Escola Eurídice Cadaval, do Recife, vão conhecer de perto o Museu do Trem e ainda terão uma sessão do filme ‘Janela Molhada’, dirigido por Marcos Enrique Lopes

Na sequência, o Outras Palavras vai levar jovens de escolas articuladas pela Gerência de Educação Profissional e pela GRE Metronorte para uma vivência com as artes cênicas, através de um bate-papo com o ator José Jorge Vicente de Paula e a diretora Cira Ramos. As ações acontecem, respectivamente, no dia 13, no Teatro Hermilo Borba Filho e no dia 14 de junho, no Teatro Arraial Ariano Suassuna.

A programação de junho encerra no dia 19 de junho, com uma edição pela manhã na Escola Técnica Estadual Prof. Lucilo Ávila Pessoa, e a presença do autor Adalberto Monteiro e da mestra Dona Glorinha do Coco, que já participou de uma outra edição do projeto e é um símbolo da cultura popular do Amaro Branco, em Olinda. “Como eu costumo dizer, esse é um projeto de resistência, cujo objetivo é possibilitar o acesso da nossa juventude das escolas públicas ao que há de melhor nas artes e na cultura pernambucana. É a oportunidade de ouvir Outras Palavras, que os provoque a ocupar o protagonismo na vida social”, destaca Antonieta Trindade.

Rodrigo Ramos/Secult-PE

Rodrigo Ramos/Secult-PE

De 2015 pra cá, o Outras Palavras já distribuiu mais de 5.100 livros para a rede pública estadual de ensino

Números do Outras Palavras - Em quase três anos, o projeto da Secult-PE e Fundarpe mudou a realidade do ambiente escolar para melhor e revolucionou a vida de muita gente. O projeto já atingiu mais de 510 escolas de várias regiões do estado (RMR, Sertão do Moxotó, Sertão do São Francisco, Agreste Meridional, Agreste Central, Agreste Setentrional, Mata Norte e Mata Sul), envolvendo cerca de 12 mil alunos e distribuindo nas instituições de ensino mais de 5.100 livros – boa parte deles são publicações vencedoras do Prêmio Pernambuco de Literatura ou produzidas com incentivo do Funcultura.

Confira a programação do mês de junho do Outras Palavras:

7 de junho | 14h    
Museu do Trem
Exibição de Filme Janela Molhada
Participação: Marcos Enrique Lopes (diretor do filme)
Grupo de alunos da Escola Eurídice Cadaval

12 de junho | 8h
EREM Prof. Benedito da Cunha Melo (Conj. Residencial Praia do Sol, s/n, Barra de Jangada, Jaboatão dos Guararapes)
Autor: Marcelo Mário Melo
Cultura: Lucas Oliveira (cantor, compositor, violonista, professor e pesquisador da cultura popular e da música de cantadeiras e cantadores do Brasil)

13 de junho
Teatro Hermilo Borba Filho
Vivência em teatro com escolas articuladas pela Gerência de Educação Profissional
Ator: José Jorge Vicente de Paula
Diretora: Cira Ramos

14 de junho
Teatro    Teatro Arraial Ariano Suassuna
Vivência em teatro com escolas articuladas pela GRE Metronorte
Ator: José Jorge Vicente de Paula
Diretora: Cira Ramos

19 de junho | 8h
Escola Técnica Estadual Prof. Lucilo Ávila Pessoa (Av. Caxangá, 3345 – Iputinga, Recife)
Autor: Adalberto Monteiro
Cultura: Dona Glorinha do Coco

< voltar para home