Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Fundarpe

Estudantes do Ibura mergulham na cultura pernambucana

Ação do projeto Outras Palavras levou cinema, cultura popular e literatura ao cotidiano escolar

Foto jan ribeiro

Foto jan ribeiro

Estudantes das escolas Lagoa Encantada, Marechal Eurico Gaspar Dutra, Missionário São Bento e EREM professor Jordão Emerenciano, receberam o “Outras Palavras’

Os estudantes das escolas estaduais, Lagoa Encantada, Marechal Eurico Gaspar Dutra, Missionário São Bento e EREM professor Jordão Emerenciano, no Ibura, na Zona Sul do Recife, receberam nesta segunda-feira, (24), a sexta edição do projeto ‘Outras Palavras’ de 2017. A ação aconteceu na Escola Lagoa Encantada, reunindo cerca de 88 participantes. Desde 2015, a iniciativa reúne diversas ações que integram cultura, educação e cidadania, sendo uma realização da Secretaria de Estado da Cultura e da Fundarpe.

A programação inclui entrega de kits literários com livros de autores pernambucanos, para as bibliotecas das escolas. Houve ainda a exibição do filme ‘A hora da saída’, realizado por alunos da Escola Santa Paula Frassinete, do Recife, resultante das oficinas promovidas pelo projeto Cine Cabeça, uma parceria da Secult com a Secretaria de Educação.

Os alunos também tiveram um diálogo com o escritor premiado pernambucano, Carlos Gomes, e mediação do historiador André Ribas. O evento se encerrou com apresentação da Troça Carnavalesca Mista Cariri Olindense, Patrimônio Vivo de Pernambuco.

Foto Jan Ribeiro

Foto Jan Ribeiro

Vice-presidente Antonieta Trindade, entregando os kits para as escolas

De acordo com a idealizadora do ‘Outras Palavras’ e vice-presidente da Fundarpe, Antonieta Trindade, “é um esforço muito grande para a escola pública ter acesso ao conhecimento. o projeto é um marco a resistência de garantir a juventude de ampliar a leitura e conhecer nossa cultura”, ressaltou.

Segundo o escritor Carlos Gomes, a atividade “é muito mais do que mostrar uma coisa minha, é mais uma faísca para eles produzirem. Todo escritor é um leitor, tem que ler muitas coisas variadas. Comecei a fazer o livro, quando era estudante de letras, foi ai que me interessei pelo poema Êxodo e surgiu a ideia de fazer o livro. Depois, passei a escrever na internet no meu blog,” disse Gomes.

Foto Jan Ribeiro

Foto Jan Ribeiro

Escritor premiado Carlos Gomes e o historiador André Ribas

Para o diretor da Escola Lagoa Encantada, Eduardo Henrique Generoso, receber o ‘Outras Palavras’, foi um presente. “A interação das palestras do autor e do Patrimônio Vivo com os estudantes, estimula a leitura das obras dos escritores pernambucanos. É muito importante conhecer os livros desses autores e a cultura do nosso estado”, concluiu. O professor de Geografia, Luciano Santos de França, da Escola Lagoa Encantada, diz “ser muito bom o projeto, para incentivar os alunos a lerem mais. Nas áreas humanas alguns alunos não sabem interpretar os textos. A leitura é muito bem-vinda e importante para os estudantes”.

Alan Matheus, 17 anos, aluno do 3º ano, da Escola Lagoa Encantada, “achei muito bom o encontro, me interessei muito pela literatura, conhecer autores pernambucanos pessoalmente me fez descobrir outras oportunidades”. Já o professor de Português e Literatura, Léo Carvalho, da Escola Marechal Emerenciano, destaca que “é muito importante os alunos terem o contato com os autores e artistas da nossa cultura, essa interação era o que faltava nas escolas”.

A próxima edição do projeto acontece no dia 26 de abril, na Escola Santa Ana, em Olinda.

< voltar para home